Tradução juramentada – existe alguma maneira mais acessível?

Home Fórum Ainda no Brasil Documentos Tradução juramentada – existe alguma maneira mais acessível?

  • Este tópico contém 26 respostas, 10 vozes e foi atualizado pela última vez 17 anos atrás por Erasmo.
Visualizando 26 respostas da discussão
  • Autor
    Posts
    • #4725
      jrsp
      Participante

      Olá a todos!

      Estamos precisando fazer a tradução dos nossos diplomas para o Francês e já ficamos sabendo que o melhor é fazer aqui no Brasil e que fica muuuito mais barato. Tive uma colega que fez a tradução lá em Montreal e gastou USD 3000.00, e nos aconselhou a levar tudo pronto daqui.
      – Alguem tem alguma informação de como podemos baratear estas traduções?
      – Já lí sobre pessoas que traduzem seus proprios documentos e o tradutor só juramenta. isto procede?
      – estive em Gatineau – no MICC –  me informaram que eles fariam a autenticação que cobrariam US 70.00 e que podeíamos enviar pelo correio, gostaria de saber se alguem usou estes serviços do MICC, eles tb traduzem?
      – minha ordem é a dos dentistas e vamos dar entrada na equivalencia mas, para isto, precisamos enviar nossos diplomas e histórico traduzidos e autenticados.

      Se alguem pudesse nos ajudar ou indicar alguem que faça este serviço, estamos em Brasília e
      pedimos ajuda ao nosso professor quebecois sobre isto, quando tivermos alguma novidade postamos,

      Obrigada,
      Camila e JR

    • #15458
      Fabricia
      Participante

      Boa tarde Camila e JR,

      Moro atualmente em Montreal e fiz minhas traduções aqui mesmo. Consegui um tradutor muito legal e com um preço melhor do que os outros que pesquisei. Ele é brasileiro e extremamente competente.
      Vcs vão para qual cidade? Se vierem para Montreal posso passar o contato dele para vcs.

      Até mais,
      Fabricia.

    • #15474
      Carlos_Santos
      Participante

      Camila,

      veja os tópicos da comunidade do Jeff sobre o assunto:

      boa sorte!

    • #15480
      jrsp
      Participante

      Obrigada pelas dicas!

      Vou acessar o orkut e me informar.
      Aqui em Brasília encontramos uma firma que cobra R$ 27,70 por lauda ( conjunto de 160 palavras ). está caro?
      Gostaria mesmo de saber a experiência que alguém teve com o MICC.

      Fabrícia,
      qq tradução juramentada é aceita aí sem problemas?
      Me falaram que aí sai mais caro… quanto te cobraram?
      Tem que obrigatoriamente ser autenticada pelo Canadá ou nossa autenticação serve, segundo o ministério de relações exteriores a nossa autenticação tem de ser aceita, acordo entre países.

      obrigada,

      Camila e José Roberto

    • #15481
      Carlos_Santos
      Participante

      Camila,

      copiando uma passagem de um link que te passei, que é da Adriana Torres (só para identificar que Adriana se trata, pois temos mais “Adrianas” agora no forum!)

      Passando a minha opinião devido as conversas com vários amigos já em Québec, eu não vou traduzir nada aqui, a medida que forem me solicitando no Canadá aí sim que vou traduzir…evitando assim gasto desnecessário e tb evitando correr o risco de não ser aceito…

      sei que não é o seu caso no momento…. Mas como o tópico é geral!

      Porém, acho que o melhor é você perguntar a ORDEM e ver o que eles aceitam, assim você não gastará mais do que o necessário.

      Achei esta postagem do Jefferson recente:

      11/01/06
      Tradução nas universidades
      Somente um esclarecimento.

      A maioria das universidades – e alguns CEGEP’s – traduzem ou conferem a tradução para o francês ou inglês, através de seus respectivos departamentos de línguas, por um custo bem mais acessível.

      É só entrar em contato com eles para descobrir o caminho das pedras e os valores cobrados, que podem variar dependendo da instituição.

      Mas, como nada é perfeito, a tradução realizada pela universidade só é aceita para os assuntos acadêmicos inerentes às próprias, ou seja, não pode ser utilizada como tradução juramentada.

      Inté.



      13 Mar
      Traduções para universidades
      Ao me inscrever para duas universidades Québécoises optei por fazer uma tradução livre (com um tradutor registrado, a fim de dar maior segurança) de meus documentos acadêmicos e, posteriormente, levá-los às instituições de ensino nas quais me formei – CEFET-RJ e UNI-RIO – para que eles certificassem tanto as cópias como as traduções.

      Tal medida foi necessária, pois ainda estou no Brasil e não pude utilizar os serviços de tradução oferecidos pelas universidades, já que, desta forma, perderia a data limite para as inscrições, 1.º de março.

      O tradutor, um francês residente no Brasil, é cadastrado na prefeitura de Niterói como prestador de serviços de traduções. Como as traduções juramentadas no Brasil não têm validade no Canadá, a não ser que sejam certificadas pelo Consulado Canadense (um procedimento bastante caro em seu conjunto), optei por esta saída mais barata e com a mesma eficácia.

      O carinha me cobrou R$ 15,00 por folha (este preço pode variar, conforme a quantidade de palavras contidas nas páginas), valor este bem aquém do que me cobraria um tradutor juramentado. Traduzi apenas os diplomas, hitóricos escolares e minha certidão de nascimento (tendo autenticado esta última a fim de dar presunção de legitimidade).

      Os demais documentos deixarei para traduzir no Québec, de acordo com a necessidade, afinal o dinheiro é curto.

      Ressalto que segui este caminho para realizar inscrição nas Universidades de Sherbrooke e Laval, sendo interessante verificar sempre qual o procedimento adequado no caso de demandas a outras intitições ensino ou outros organismos, como os profissionais, por exemplo.

      Para ver a lista dos tradutores no Rio de Janeiro, vá até o site Inetrnet dos Tradutores.com: http://www.tradutores.com/Default.asp

      Merde pour vous et Inté.

      fonte:
      boa sorte!Orkut

    • #15501
      jrsp
      Participante

      Obrigada Carlos,
      voce sempre tão solícito…

      Na ordem me pediram traduzido e juramentado, estive lá quando fui a Montreal,
      e estive conversando com quem já está lá e me falaram que é melhor fazer aqui que é incomparavelmente mais barato…

      é uma pena não poder usar os Cegeps, pois a tradução têm que ter reconhecimento de cartório e carimbo do tradutor reconhecido pelo M. das relações exteriores,
      estamos achando que vamos morrer na grana!! O nosso histórico é muito extenso e cheio de sub materias.

      agradeço muito,

      Camila

    • #15510
      Fabricia
      Participante

      Olá Camila,
      Acredito que o Carlos esclareceu a maioria das suas dúvidas. Muito legal.
      Quando vim para Montreal preferi fazer aqui pois me disseram que não seriam aceitas traduções feitas no Brasil. Antes de saber sobre esta informação  já havia em mãos alguns documentos que foram traduzidos no Brasil anteriormente. Realmente estas traduções juramentadas que havia feito no Brasil não foram aceitas pela universidade. Alegaram que não havia o reconhecimento pela ordem dos tradutores de Quebec.
         O tradutor me cobrou aproximadamente 20$ por documento mas isto já faz um ano. Amanhã passarei na casa dele para levar alguns documentos e me atualizarei em relação ao valor que está sendo cobrado. Tentarei esclarecer com ele estas quetões que vc colocou. Assim que tiver novidades postarei aqui mesmo para vc.

      Um grande abraço e boa sorte,
      Fabrícia.

    • #15817
      jrsp
      Participante

      Passo a todos uma dica de tradução juramentada mais acessível em Brasília:

      lauda ( 160 palavras )
      R$ 27,70 cada lauda
      4 dias úteis
      Tradutores juramentados reconhecidos pela junta comercial do DF
      cópia a mais 30% do valor da tradução

      Telefone> 32237000 ( Falei com Mônica )
      SHS Q 6 Bl C sala 1801
      esqueci o nome de lá ( desculpem…)
      é uma empresa de Brasília, acho que tem em outros estados,
      achamos bem mais acessível doque tudo que olhamos.

      Não é comercial não, apenas usamos os serviçõs deles…
      Camila

    • #15820
      Carlos_Santos
      Participante

      ótima dica, Camila!

      se vocês usaram e gostaram…. porque não divulgar????  :D

      Nosso propósito de mútua ajuda é neste sentido pode continuar a contribuir e sempre   :wink:

    • #15918
      paspatour
      Participante

      Oi amigos

      Deixa ver se entendi  ; dependendo da instituição de ensino eles podem aceitar ou não a tradução feita no Brasil ?  Ou não aceita ?  Essa tradução até pode mas tem que ser juramentada  oficialmente pela embaixada ?  Então mesmo mais caro melhor deixar para fazer isso por lá ? Ninguém quer pagar duas vezes pelo mesmo trabalho não é mesmo ?  

      Não entendi mesmo  !!!! Acho que é mais fácil do que parece … mas não entendi !!!!!!

      Quero voltar a estudar com toda a certeza , melhor deixar para ver o que a instituição está me pedindo para daí traduzir ?  Quem está procurando trabalho e  declara qual é a formação , para comprovar é precisso que o diploma esteja traduzido  ??

      Abraços e obrigado .

    • #15922
      Fabricia
      Participante

      Olá Camila e JOsé Roberto,
      Desculpem a demora mas só consegui passar na casa do tradutor hoje. Ele ainda continua cobrando 20$ por documento. Se tiver frente e verso ficaria no valor total de 40$. Claro que dependendo da quantidade de documentos ele dá um desconto. Para lhe dar um exemplo: para tradzuzir uma carteira de motorista ele cobra 35$, duas carteiras ele cobraria 50$ e três carteiras ele cobraria 60$. Tudo depende da quantidade de diplomas, certidões, etc.
      Deixo aqui o e-mail dele caso se interessem:

      Emanuel Freitas
      emanuel.freitas@sympatico.ca

      Pode dar meu nome como referência.

      Abraços e muito boa sorte,
      Fabrícia.

    • #15987
      paspatour
      Participante

      Caros amigos

      Desculpa mas vou perguntar de nove …. – o cara chato!!!!!  A fabricia comenta que algumas traduções que ela levou  do Brasil a univercidade não  aceitou por que não foram feitas por alguém do Quebec , é isso mesmo ?  Eu recebi um email da Sra. Maria João  – consulado-  me dizendo que ” Pode ser qualquer tradutor desde que seja juramentado” , perguntei a ela também se havia  esse serveço feito pelo consulado ( pagando é claro) ela não respondeu , também não encontrei no site .
      Amigos o fato de encontrar um profissional   “juramentado”  é o que da legitimidade ao trabalho dele e reconhecimento internacional do serviço prestado ? Alguém pode me ajudar ? Quero começar a traduzir meus documentos mas estou sem saber  …

      Obrigado

    • #16002
      jrsp
      Participante

      olá Paspatour,

      o primeiro passo seria consultar no local onde vc vai entregar estes documentos, como vou encaminhar para a ordem e já consultei lá anteriormente a tradução furamentada vai servir, desde que esteja autenticada em cartório brasileiro.
      O ideal é consultar a instituição em que vc vai dar entrada nos papeis.

      Fabrícia, obrigada pela dica, irei guardar este e-mail para quando estiver em Montreal, vou deixar para traduzir os documentos aí.

      Obrigada!!!

      camila

    • #16038
      Tchika
      Participante

      Camila,

      Boa dica. Aqui em Salvador já fiquei sabendo que tem tradutor juramentado cobrando R$ 50,00 por folha, dependendo do tamanho do texto. Acho que vamos fazer a tradução aí mesmo. Guardaremos o e-mail do Emanuel para quando precisarmos.
      Obrigada.

      Abraços
      Lícia

    • #16047
      jrsp
      Participante

      na postagem que fiz anteriormente não me lembrava o nome do local que fiz as traduções,
      segue aí:

      http://www.fidelity.com.brTem em muito lugares do Brasil.
      paguei R$ 27,70 cada lauda e gaste 1,65 para autenticar no cartório

      Camila

    • #16050
      makeloo
      Participante

      Pessoal,

      Eu sou tradutor de Espanhol no Brasil e já procurei saber somo eu teria que fazer para ser tradutor juramentado aqui.
      Todos os tradutores juramentados são funcionários que prestão servisço para o governo e têm que ser aprovados em concurso público feito nas Juntas comerciais de cada estado. O porquê disso tudo?

      Para se encontrar tradutores juramentados em cada estado do Brasil, basta entra em contato com a junta comerciaml do seu estado. Nos sites das juntas comerciais sempre têm parte de tradutores com as listras dos nomes e contados de cada um. Pelo site da junta comercial é mais seguro pois assim não se corre o risco de encontrar com um tradutor que não seja juramentado.

      Espero ter ajudado.

      Um abraço

    • #16345
      jrsp
      Participante

      Olhe como os fatos vão se desmistificando…

      Enviamos um e-mail falando de nossos documentos para a Ordem…  foram aceitos só com tradução juramentada e reconhecimento de firma do Brasil,
      Como as coisas são, gastamos muito menos traduzindo aqui e valeu a pena.

      O melhor é sempre consultar a Ordem, de preferência em Francês, pois acho que eles te levam mais a sério e veêm que não é especulação e que vc realmente quer ser um membro, afinal, se nem em francês vc se comunicar com eles… como vai arrumar pacientes?

      Camila e José Roberto

    • #16346
      Carlos_Santos
      Participante

      legal pela resposta Camila e Roberto!   :wink:

      é sempre melhor quando alguém conta o fato feito e não apenas pelo que leu !  :)

      so para complementar a sua explicação, que ordem no Quebec procedeu desta forma?

      atenciosamente

    • #16357
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Ola a todos,

      Sobre traduzir os documentos eu continuo com a minha visao de que é melhor traduzir aqui no Canada, primeiro por nao ter risco deles rejeitarem a sua traduçao, segundo porque muitas das coisas que vcs traduzir nem serao solicitadas aqui, entao gasta-se menos e terceiro pois quinta feira fomos no Emploi Québec onde tivemos um rendez-vous pelo CEGEP e a coordenadora mesmo disse que em vários casos o Emploi Québec pode custear os custos das traduçoes, ms as somente feitas aqui… por exemplo no caso de uma pessoa que precisa da traduçao para entrar na faculdade, basta solicitar na faculdade um documento comprovando a necessidade da traduçao que o Emploi cobre os custos… entao fiquem atentos com as traduçoes feitas no Brasil…

      Abracos,[/align]

    • #16366
      Carlos_Santos
      Participante

      Adriana,

      @Dri_Torres”;p=”8710 wrote:

      [align=justify] basta solicitar na faculdade um documento comprovando a necessidade da traduçao que o Emploi cobre os custos… entao fiquem atentos com as traduçoes feitas no Brasil…[/align]


      PERFEITO!!!!!  

      Excelente dica esta Adriana, nunca tinha ouvido falar disso!

      Se me permitir vou espalhar esta informação pelos foruns que vc ja conhece e que eu participo!

      Era exatamente disso que eu tratava na minha mensagem anterior: dicas praticas de quem passou pela situação!

      Continuaremos sedentos por estas dicas suas!

      abraços

    • #16367
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Ola Carlos,

      Pode sim espalhar, mas como mesmo disse a conselheira do Emploi Québec, antes de começar a traduzir até a carta do namorado :x é bom marcar um rendez-vous com eles para realmente confirmar se os documentos que vc pretende traduzir se enquadram nos critérios de pagamento deles… temos um casal de amigos por exemplo que a esposa conseguiu o reembolso de todas as traduçoes e o esposo nao, nao sabemos porque as traduçoes dele nao foram pagas…portanto sempre é bom consultar antes de mandar fazer as traduçoes…e no caso também falo de Sherbrooke nao sei de outras cidades…

      Mesmo com estes critérios deles ainda acho melhor traduzir aqui mesmo…por exemplo até agora NAO me foi exigido nenhum documento traduzido…

      Abraços[/align]

    • #16369
      Carlos_Santos
      Participante

      Obrigado mais uma vez pelos esclarecimentos Adriana!

      Mesmo com todo este conjunto de restrições ou não, que estamos sujeitos, vale a apenas saber pelo menos o que podemos contar ai em terras geladas! :wink:

      Abraços

    • #16376
      jrsp
      Participante

      Concordo com a Adriana em relação a fazer no Quebec, é logico que tiver ajuda de custo… melhor ainda!

      Mas, temos casso de pessoas que porcuram a ordem ainda estando aqui no Brasil, estamos dando entrada no nosso processo daqui pois, temos uma data limite para fazer a application porque senão perdemos a prova ANUAL ( primeira fase…), a nossa será em Abril de 2008.

      Carlos, respondendo sobre sua pergunta, a nossa Ordem é a dos dentistas do quebec.

      O resto deixaremos para traduzir lá mesmo.

      Camila e José Roberto

    • #16554
      nakhatealokalokimm
      Participante

      jrsp,

      legal.

      valeu,

      alok

    • #16622
      amorim
      Participante

      Me matriculei na Ecole Polytechinique de Montreal e enviei todos as documentações sem traduzir e aceitaram normalmente. O Erasmo que já está em Montreal nos disse que é melhor traduzir no Canada pq algumas escolas e estabelecimentos não aceitam as traduções feitas aqui no Brasil. E disse tb desta possibilidade de reembolso. Portanto eu tambem aconselho que as traduções sejam feitas no Canada.

      Um abraço,

      Amorim

    • #16623
      Carlos_Santos
      Participante

      excelente contribuição Amorim!   :wink:

      espero que vc possa trazer mais dicas como esta em breve   :wink:

    • #16754
      Erasmo
      Participante

      Olá a todos!

      Com relação à ajuda do Emploi-Québec referente às traduções…

      Esta semana, recebi meu reembolso. Não vou entrar em valores, mas eles ressarciram aproximadamente 85% do valor, pois existe uma espécie de cota máxima a que temos direito.

      No entanto, cabe ao Agent d’Emploi julgar se você tem direito. Isto vai depender de qual é sua profissão, disposição para trabalhar etc. Pelo menos foi o que percebi. Contudo, conversando com algumas pessoas daqui, perguntei porque não reembolsavam 100% e para todos (sim, não é todo mundo que consegue não! :? ).

      Acontece que o Emploi-Québec está começando a ver que este reembolso está sendo muito divulgado e está começando a dificultá-lo…caso semelhante aconteceu com o Serviço médico do governo e a ajuda social. Como muita gente chegava no Québec em um dia, e já pedia a ajuda no outro (por esperteza mesmo), eles decidiram criar a atual carência de três meses. E lhes falo isso pois conversei com uma pessoa que passou por isso. :wink:

      Portanto e ao meu ver, não podemos criar alarde com relação a esta possibilidade e sim usar este artifício no momento certo, com calma, pois se eles notarem um alvoroço em torno disto, vão dificultar mais… em nosso caso, eu consegui mas a Elaine não…

      Fica a dica apenas para alertar e não para desmotivar ou para que pensem: “ele conseguiu e não que ninguém mais consiga…” :twisted:

      Conhecem a história do “come-quieto”?… é assim que as coisas têm funcionado… pelo menos conosco… :lol:

      Grande abraço!

Visualizando 26 respostas da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.