Relato de uma imigrante

Home Fórum Informações Gerais Utilidades Relato de uma imigrante

Visualizando 0 resposta da discussão
  • Autor
    Posts
    • #5683
      MiOeste
      Participante

      Estou no Québec a 1 ano e nunca fui muito adepta de forums e comunidades, na verdade eu só entrava pra rir um pouco. Tem muita informação boa nessas comunidades e forums mas também tem muita besteira!
      Posso dizer que minha empreitada no Québec está indo de vento em popa. Estou estudando pra poder entrar na ordem e em aproximadamente 1 ano estarei pronta pra começar à procurar emprego.
      Trabalhei muito no Brasil pra juntar dinheiro, estudei muito francês pra facilitar minha adaptação e pesquisei muito sobre minha profissão pra chegar aqui sabendo onde iria estudar, oque iria estudar e por quanto tempo iria estudar.
      Se conselho fosse bom a gente vendia, não dava mas tenho visto muita gente chegar aqui empolgada e depois quebrar a cara resolvi escrever.É importante lembrar que meu relato é pessoal e reflete minha opinião e minha realidade, ninguém é obrigado a gostar dele.
      Primeiro erro de quem quer imigrar pro Québec: Se recusar à ouvir as verdades. Vi muita gente escrever o que pensava e ser criticado e até ofendido. Quem está no Brasil precisa parar de pensar que aqui é o paraíso, tem problemas sim, como em qualquer lugar do mundo e a gente tem que aprender à conviver com eles se quiser ficar.
      Segundo erro: Achar que mudar de país é como mudar de cidade. Se você gosta de futebol, praia, caipirinha, carnaval e novela, é melhor repensar seus planos. Vejo muito brasileiro choramingar de saudade de pão de queijo, de praia e carnaval. Aqui não tem nada disso, pare de se iludir!
      Terceiro erro: Ficar chamando o Brasil de chez moi. Chez moi agora é o Québec. Estar aqui fisicamente mas com a cabeça no Brasil só vai te fazer sofrer. Ficar fazendo comparação entre os dois lugares só vai te fazer sofrer e encher o saco dos quebecois.
      Quarto erro: deixar pra aprender francês aqui. Os cursos do governo são básicos e vejo muito brasileiro que depois de 2 anos aqui ainda está na francisação. Eu cheguei aqui falando francês melhor que muita gente que já estava à muito mais tempo, mas eu ralei bastante no Brasil.
      Quinto erro: ficar fazendo pergunta sobre a sua profissão pros outros. Procure as fontes oficiais! Governo, institutos de ensino, ordens. Só eles podem te dizer com certeza o que acontece aqui. Essa história de que o governo ajuda, é lorota! aqui é no “vire-se”. Ninguém vai ficar te pegando pela mão e dizendo o que fazer. O Québec precisa desesperadamente de enfermeiros mas uma pessoa com 10 anos de experiência, que não fala francês direito e não tem autorização pra exercer a profissão não serve pra nada! fazer como um monte de gente que vejo chegar aqui, descobrir que pra exercer a profissão precisa voltar pra escola por 2 ou 3 anos e se revoltar, não vai adiantar. Se você não está disposto à fazer o que eles exigem pra poder trabalhar aqui, fique pelo Brasil. Chegar aqui e ficar reclamando não resolve nada.

      Eu poderia ficar aqui escrevendo por horas então vou resumir: junte $$, estude francês, informe-se direito e pare de se iludir a achar que aqui vai tudo lindo e maravilhoso.

Visualizando 0 resposta da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.