Perguntas na Palestra do Governo de Québec

Home Fórum Processo de Imigração Processo Québec – 1ª Parte – CSQ Palestra Perguntas na Palestra do Governo de Québec

  • Este tópico contém 69 respostas, 22 vozes e foi atualizado pela última vez 15 anos atrás por Ed_jack.
Visualizando 69 respostas da discussão
  • Autor
    Posts
    • #4350
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá a todos,

      Abri este tópico para que todos que tenham dúvidas sobre as modificações no processo de Imigração, escrevam suas perguntas que se possível eu as farei na próxima palestra de imigração que terá no fim do mês aqui em BH.

      Solicito que postem somente perguntas que não podemos encontrar as respostas, ou seja, façam uma pesquisa antes de postar a pergunta, pois ela já pode ter sido respondida.

      01 – Em relação ao fator idade, qual a idade limite para iniciar o processo? Pessoas com mais de 35 anos realmente ficam restritas em participar do novo processo de imigração?

      Continuem as perguntas!!!

      Abraços,[/align]

    • #10491
      makeloo
      Participante

      Uma outra pergunta é:
      Pessoas que têm curso supeiror ficaram prejudicadas com o novo processo?

      Marcelo Ribeiro

    • #10493
      nakhatealokalokimm
      Participante

      Marcelo Ribeiro,

      fala cara. não pelas novas regras. eles mudaram para beneficiar alguns cursos tecnicos e tecnologicos.

      valeu,

      alok

    • #10500
      JeffersonAV
      Participante

      Uma pergunta que uns respondem uma coisa, e outros respondem outras… então, perguntemos direto na fonte:

      P.: Quem iniciou o processo antes de 16 de outubro de 2006 será avaliado pelas novas regras, ou pelas regras vigentes na abertura de seu processo?

      P.S.: na comunidade mesmo já dissemos que sim, seremos avaliados pelas novas regras, mas recebi um e-mail de B.A. dizendo que não, que seremos avaliados pelas regras vigentes na abertura de nosso processo… e aí???

      :?:   :?:   :?:

    • #10507
      RickSimon
      Participante

      Desculpa me intrometer, não quero te confundir, mas segundo Soraia Tandel na última palestra aqui em SP (14/11/2006), quem iniciou o processo antes de 16/10/2006, fica valendo a regra antiga, não haverá nenhuma alteração, ok?

      Até mais,

      Ricardo

    • #10508
      Daniele
      Participante

      Adriana, sugiro que a sua pergunta sobre idade fosse reformulada para:

      01 – Em relação ao fator idade, qual a idade limite para iniciar o processo? Pessoas com mais de 35 anos, independente de serem ou não o requerente principal, realmente ficam restritas em participar do novo processo de imigração? basta que um dos 2 (quando casal) tenha mais de 35 para que sejam desclassificados?

      Assim, ela responderá um número maior de pessoas.

      Obrigada.

      Daniele.

    • #10516
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá Jefferson e Rick,

      Esta questão de como será avaliado o processo depois das mudanças é muito complexa. Se formos olhar nas informações dos sites oficiais vemos que mesmo quem enviou o processo antes das mudanças será avaliado de acordo com as novas regras. Podemos ver a nossa discussão sobre isso no tópico Novidades no processo de seleção do Québec
      Agora no link Condições de aceitação podemos ver:

      Demandes déposées avant le 16 octobre 2006 seulement
      Si vous avez déposé votre demande avant le 16 octobre 2006 (date d’entrée en vigueur de la nouvelle grille de sélection), votre dossier sera également examiné, s’il y a lieu, avec la grille de sélection qui prévalait avant cette date.

      E no final do teste on-line vem escrito:

      “Conseil pratique
      Déposez votre demande officielle d’immigration le plus rapidement possible. Si vous attendez trop longtemps, il se pourrait qu’entre-temps les critères de sélection du Québec aient été modifiés ou que la liste des domaines de formation ait été changée. À la suite du dépôt d’une demande de certificat de sélection, la décision finale sera basée sur la liste des domaines de formation en vigueur au moment du traitement de la demande.”

      E a Sra. Soraia Tandel falou que os processo enviados antes das mudanças serão avaliados de acordo com o processo antigo.

      Como podem ver temos contradições e que inclusive eu irei questionar na palestra.

      Abraços, [/align]

    • #10517
      RickSimon
      Participante

      Adriana,

      Realmente vai ser legal esclarecer essa questão, porque agora ficou mais confuso na minha cabeça.
      Inclusive ela até disse que se, por exemplo eu entrar com o meu pedido com 35 anos de idade e o processo chegar la em BA um dia antes do meu 36º aniversário, todo o processo fica considerado como se eu tivesse 35 anos.

      Vai valer a pena pedir esse esclarecimento, com certeza.

      Até mais,

      Ricardo

    • #10518
      Chefroger
      Participante

      Tenho uma curiosidade, será possível ou já houve casos de uma pessoa ser isenta da entrevista e ja receber o CSQ apos abertura do Dossie

      Rogerio

    • #10537
      leserafim
      Participante

      Sim, eu já conheci casos assim, mas a pessoa tinha sido alfabetizada em francais, em função da profissão dos pais e tinha uma profissão muito carente de mão de obra, quer dizer, tinha o perfil ideal…
      É muito difícil, mas acontece

      Leandro

    • #10577
      clpimenta
      Participante

      Rick,

      Com relação a idade e outros critérios, como acredito que eles seja bastante legalistas, o melhor e verificar nos “Guide des procédures d’immigration’ do Quebec

      pra ir la:

      – Entrar no site:  
      http://www2.publicationsduquebec.gouv.qc.ca/home.php

      – Entrar no menu: “Produits em ligne” –> “Guide des procédures d’immigration”

      – Entrar em: “3.Immigration economiques” e em “Chapitre 1 TRAVAILLEURS QUALIFIÉS PERMANENTS”

      Lá tem toda a grade de avalição utilizada, com relação a idade  do requerente principal a pontuação máxima é dos “18 aos 35” que valem 18 pontos 36 -> 14 pontos,  37 -> 10 pontos, 38 -> 6 pontos,  39 -> 4 pontos, 40 -> 2 pontos,  + de 40 -> 0 pontos. Então alguem com 38 anos perdeu 12 pontos, que por acaso é a soma de todos os pontos possiveis de francês (max 8 pontos) e inglês (max 4 pontos), acredito que é por isso por isso que a Mme Tandel diz ser bastante dificil alguem com 38 anos conseguir marcar os pontos necessários. E  com relação ao acompanhante “18 – 35” – > 3 pontos, “36 – 38” – > 2  pontos, “39 – 40″ – > 1 pontos, ” + de 40″ – > 0 pontos.
      E quanto o momento no qual o pontos são computados é o da entrada do DCS no  BIQ de Buenos aires.

      Abraços,

      Cláudio.

    • #10607
      nakhatealokalokimm
      Participante

      Forum,

      boa tarde.

      Creio que seja uma forma de interpretaçao… Digamos que a pessoa mandou no dia tal, antes da data ofical de mudança, e também chegou lá antes da data oficial da mudanca, se vermos por esse lado entao poderemos considerar as regras antigas.

      mas se eles considerem a data de abertura, se for depois da data oficial da mudanca, entao passa a vigorar as novas regras.

      pelo jeito, eles mesmos estao um pouco sem sintonia.

      cara,

      manda assim mesmo, o mais rápido que puder, ou as mudancas irao mudar radicalmente seu resultado no avaliacao on line?

      valeu,

      alok

    • #10609
      Dewet
      Participante

      Assitimos a palestra aqui no último dia 22 de novembro, ministrada pela Srta. Soraia.
      A questão da idade foi esclarecida da seguinte forma:
      Com as novas regras, após os 35 anos a pontuação no quesito idade cai muito, sendo necessário ter pontuação máxima nos demais ítens para se conseguir a pontuação mínima para ser classificado.
      Acima de 39 anos a pontuação para idade cai a 0 (zero) ficando praticamente impossível de se conseguir.
      No caso do casal deve-se optar pelo mais novo para ser o requerente principal.
      Outra dica que foi dada é que a idade que conta para o processao é a idade que o requerente tinha na época de envio do dossiê, sendo assim, se alguém vai completar 36 anos nos próximos meses envie o dossiê o quanto antes, mesmo que você ainda esteja estudando o francês. Pois a idade é o único ítem do dossiê que fica congelado, os demais ítens podem ser “melhorados” com o passar do tempo.

      Sucesso,
      Dewet Virmond

    • #10610
      Carlos_Santos
      Participante

      Adriana,

      eu tenho algumas perguntas e gostaria de uma resposta “oficial” para elas, vamos la :

      1) POrque um Pais com uma taxa de desemprego de 8,5% em 2004, sendo 6,3% dentre os que possuem um DIPLOMA de ESTUDOS POS-SECUNDARIOS,  precisa de Imigrantes Qualificados???  (dados obtidos do documento “Le Québec chiffres en main, édition 2006”)

      2) Porque documentos recentes,  como este estudo, veja ele é de 2006, publicado pelo Governo divulga dados de 2004???? principalmente para fatos importantes como desemprego, preço de aluguel, etc… ????

      3)  Outro aspecto sobre a aparente discrepância entre a publicidade pedindo imigrantes e a realidade da obtenção de emprego, vamos aos fatos:

       – En 2007, le Québec compte accueillir 48 000 immigrants, surtout des jeunes qualifiés qui parlent français. Justement des caractéristiques de la population algérienne.
      Doctorant en géographie, Salah Ferhi a également quitté l’Algérie pour des questions de sécurité. Il est d’abord allé en France, puis il est venu au Canada. Comme pour beaucoup d’Algériens, une grande déception a suivi son arrivée: il était incapable de trouver un travail conforme à ses compétences.

      Bien des diplômés algériens repartent à zéro. Un ingénieur ouvre une boucherie. Une gynécologue obstétricienne entame des études en sciences infirmières. Un informaticien devient chauffeur de taxi…
      fonte: http://www.lapresse.com/article/20061027/CPACTUALITES/61026272/5050/CPPRESSE

         PERGUNTO: porque o ministério da imigração não trabalha lado a lado com as ORDENS profissionais de forma a evitar este estado lastimavel que acontece com tais TRABALHADORES QUALIFICADOS???? porque aceitar um trabalhador se ele não pode exercer sua profissão. Veja o caso das  enfermeiras e dos médicos que se formam fora do quebec!

      esta ultima questão foi um tema bem quente que debatemos no brasmontreal pode ser visto em http://www.brasmontreal.net/forum/viewtopic.php?t=585

      Eu tenho mais algumas mas posto depois, ok!

      Adriana, desculpe a “batata quente”

      abraços

    • #10617
      makeloo
      Participante

      O Carlos colouco uma questão que eu já pensava principalmente depois que conversei com uma amiga brasileira residente em Montreal que diz: “Aqui os imigrantes têm muita dificuldade em validar os seus títulos e ficam trabalhando fora de suas áreas por anos. Ou eles voltam para a escola ou  desiste da profissão”.
      Por que é assim?
      Marcelo Ribeiro

    • #10626
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá Carlos,

      De volta à Comunidade e já botando fogo nas discussões :explode:

      Já estão anotadas as perguntas no caderninho e vamos ver se teremos as respostas de todas… como vários amigos aqui de BH devem ir à palestra eu pedirei a cada um para fazer uma pergunta  :lol:  :lol:  :lol:

      Vou dar uma opinião bem rápida (pois o Bruno esta trabalhando aqui no pc) sobre este tema que com certeza é bem quente.
      Gostaria que depois vc me enviasse o link do documento “Le Québec chiffres en main, édition 2006”.

      01) Na verdade eu acho que o Canadá precisa de pessoas, pois pessoas movimentam todo um mercado interno, que gera empregos, impostos etc etc que estamos cansados de saber. Mas como um país inteligente, já que precisam de pessoas, irão escolher as pessoas com um melhor perfil, ou seja, trabalhadores qualificados, sendo englobado nesta categoria quesitos como juventude, estudos, capacidade de adaptação. Acho também que estão certos… se eu fosse coordenar um projeto de imigração para qualquer país eu também gostaria de pessoas com um perfil como este. Sei que as vezes os justos pagam pelos pecadores, pessoas um pouco mais velhas mas com total condição de imigrar acabam não podendo fazer parte deste processo… mais c’est la vie… Eles estão chamando e vai quem quer e quem está dentro das regras…eles têm o direito de exigir o perfil que melhor os convier…Minha opinião.

      02) Em relação a documentos recentes mas com datas de pesquisa antigas, vejo que isso é um problema no Brasil também… Podemos verificar no site do IBGE algums pesquisas importantes com data das coletas de informação nos anos de 2004 e 2005. Infelizmente pesquisas em âmbitos nacionais, ou seja, de grande porte, precisam de um enorme tempo hábil para serem pesquisadas e organizadas. Sempre teremos um delay nestas pesquisas…às vezes em um futuro próximo com a massificação das tecnologias este problema seja resolvido.

      03) Esta questão é ainda mais complicada, pois temos que analisar vários aspectos fora a responsabilidade do Governo. Temos que saber ao certo se estes imigrantes que não conseguem emprego realmente estão se esforçando e se estão a procura de um emprego. Isso observamos até mesmo no Brasil, a acomodação de algumas pessoas. Temos que verificar também o tipo de processo de imigração ao qual foram submetidos, ou seja, segundo conversas com amigos brasileiros que estão no Canadá, vemos que muitos imigrantes vão para o Canadá como refugiados e para isso possuem várias “facilidades” do Governo, e por isso nem se esforçam para conseguir um emprego. Muitos também já sabem que precisam voltar a estudar para validar o diploma, mas se acomodam e não voltam a estudar. Por estes e outros aspectos, a conquista do emprego é tão complicada… Tenho amigos que conseguirão o emprego na área e outros que mesmo em sub-empregos estão se esforçando para futuramente se adequarem às normas canadenses. Por isso relatos como o apresentado[/align]

      Bien des diplômés algériens repartent à zéro. Un ingénieur ouvre une boucherie. Une gynécologue obstétricienne entame des études en sciences infirmières. Un informaticien devient chauffeur de taxi…
      fonte: http://www.lapresse.com/article/20061027/CPACTUALITES/61026272/5050/CPPRESSE

      [align=justify]não me desmotivam… sei das dificuldades que terei que enfrentar e estou disposta a enfrentá-las.

      Acredito e podemos verificar que o governo está tentando facilitar a inserção de profissionais nas suas devidas ordens, podemos ler neste comunicado de maio de 2006. Acho que aos poucos este processo ficará mais fácil.
      [/align]

      porque aceitar um trabalhador se ele não pode exercer sua profissão. Veja o caso das  enfermeiras e dos médicos que se formam fora do quebec!

      [align=justify]Em relação a não trabalhar na sua área já falei sobre isso lá em cima…Conheço enfermeiras que estão trabalhando na sua área e conheço também a Gabi (Orkut) que está fazendo seu processo de validação do seu diploma desde o Brasil… por isso considero a busca de um emprego algo que depende do esforço de cada um. Falando em esforço leiam o post no blog No Québec é diferente do dia 21/11/2006, ela fala exatamente sobre como o esforço é visto em Québec. Leiam também o post Em contos e Encontros

      Acho que já dei opinião demais  :lol:    :lol:

      Abraços,[/align]

    • #10664
      Carlos_Santos
      Participante

      Adriana,

      @Dri_Torres”;p=”2374 wrote:

      [align=justify]
      Gostaria que depois vc me enviasse o link do documento “Le Québec chiffres en main, édition 2006”.

      segue o link do documento “Le Québec chiffres en main, édition 2006”.

      http://www.stat.gouv.qc.ca/publications/referenc/qcmfr.htm

      a parte aonde pode-se fazer download fica em http://www.stat.gouv.qc.ca/publications/referenc/qcmfr_pdf.htm

      @Dri_Torres”;p=”2374 wrote:

      [align=justify]01) Na verdade eu acho …Minha opinião.

      concordo plenamente contigo!

      @Dri_Torres”;p=”2374 wrote:

      [align=justify]02) Em relação a documentos recentes mas com datas de pesquisa antigas…às vezes em um futuro próximo com a massificação das tecnologias este problema seja resolvido.

      concordo em parte!  porque editar um documento de 2006 com dados de 2004??? e pior VENDÊ-LO, pois este documento é pago!!!

      @Dri_Torres”;p=”2374 wrote:

      [align=justify]03) Esta questão é ainda mais complicada, pois temos que analisar vários aspectos fora a responsabilidade do Governo. Temos que saber ao certo se estes imigrantes que não conseguem emprego realmente estão se esforçando e se estão a procura de um emprego.

      concordo!

      @Dri_Torres”;p=”2374 wrote:

      [align=justify]…. Por isso relatos como o apresentado[/align]

      tenho tendência a acreditar no que eu leio e pelo que eu li, o processo é o mesmo que o nosso e o pessoal qualificado, por isso a indignação pelo ocorrido, mas é preciso ter atenção com o que é veiculado, claro!

      @Dri_Torres”;p=”2374 wrote:

      [align=justify]não me desmotivam… sei das dificuldades que terei que enfrentar e estou disposta a enfrentá-las.

      com certeza!!  isso nao é para desanimar mesmo nao !!  apenas quero entender o que esta acontecendo!

      @Dri_Torres”;p=”2374 wrote:

      Acredito e podemos verificar que o governo está tentando facilitar a inserção de profissionais nas suas devidas ordens, podemos ler neste comunicado de maio de 2006. Acho que aos poucos este processo ficará mais fácil.[/align]

      pois é…………  acho que ai o governo “apanha, e feio” destas ordens!!!!   acho que ai esta o problema!

      abraços

    • #10690
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá a todos,

      Amanhã será a primeira palestra aqui em BH e vamos ver se consigo “arrancar” algumas informações da Soraia  :lol: Aguardem uma notícia sobre isso e se autorizado, tentaremos gravar a palestra também.

      Abraços,[/align]

    • #10697
      Anonymous
      Participante

      Aqui,

      amanha  começo um curso e por isso nao vou poder ir
      na palestra. Poderiam ver  em relação dos valores a ser comprovados se irao aumentar, se
      sim quando e para quanto (se ja tiverem ideia).

      Um abraço

      Jean

    • #10749
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá a todos,

      Na notícia publicada hoje dia 30/11/2006 –Palestra de Informação esclareço as dúvidas apresentadas neste tópico.

      Abraços,[/align]

    • #10751
      Carlos_Santos
      Participante

      Adriana,

      desculpe o “retardo” na minha velocidade em postar outra questão:

      Uma OUTRA pergunta para a Sra. Tandel

      Se um interessado em imigrar para o Québec e que TENHA SIDO APROVADO no teste ONLINE, respondendo honestamente, teria seu pedido NEGADO pelo escritório?

      ou seja:

      Se o teste online é um engodo?

      Fica a questão!

      Atenciosamente,

    • #10753
      Anonymous
      Participante

      Adriana,

      Em relaçao ao sistema de saude, pobreza e violência. O que foi tratado. Tem como explicitar um pouco mais sobre isso.

      Obrigado.

      Jean

    • #10754
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá Carlos,

      Posso responder a sua pergunta de acordo com o que a Soraia falou na palestra.

      O teste on-line só está de acordo para as pessoas com menos de 35 anos… para as mais velhas não é recomendado a resposta do teste on-line pois pode dar um resultado diferente da realidade.

      Não é que o teste seja um engodo, mas é que ele é um pouco complicado de preencher a as vezes as pessoas podem preencher diferente de como o escritório irá avaliar, por exemplo o caso do francês que é um dos quesitos de maior pontuação, a pessoa pode achar que está no nível intermediário e na verdade para o escritório está no nível básico. Muitas pessoas preencher errado também a parte dos estudos, às vezes considerando um MBA que o escritório não irá considerar. E temos que lembrar também que existem pessoas que colocam uma coisa que depois não podem comprovar na entrevista.

      Ela mesma disse que temos mais de 90% de aprovação na entrevista entre aqueles que responderam corretamente o teste, podendo ser solicitado mais horas de francês por talvez a pessoa ter declarado um nível acima do que apresentou na entrevista.

      Abraços,[/align]

    • #10755
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá Jean,

      Ela destacou uma pesquisa que recentemente apareceu em diversar comunidades e grupo de discussão, sobre a violência no Canadá, confessou que perdi este link e quem souber peço para me informar aqui.
      Então ela comparou os níveis de violência lá com os daqui do país. Informou que lá pode-se sair à noite sozinho e saber que irá voltar para casa. Pode-se ter e utilizar normalmente um laptop sem maiores problemas etc etc entre outras coisas parecidas.

      Em relação à pobreza ela destacou a questão da divisão da renda no Canadá ser mais igualitária, disse que dificilmente veremos um mendigo pedindo esmola por não ter o que comer como vemos diariamente nas grandes capitais. Disse que a renda é similar em diversas áreas não aocntecendo como no Brasil onde temos enormes diferenças de renda.

      Sobre a saúde ela falou que é gratuita e um direito do cidadão e que não é como no Brasil, que também temos o direito mas ele não é respeitado. Falou que não existe um sistema de saúde privado, e que todos possuem o mesmo tipo da atendimento sendo rico ou pobre.

      Foi mais ou menos isso que ela comentou.

      Abraços,[/align]

    • #10756
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá a todos,

      Só lembrando que eu pergunte a Sra. Soraia se poderia gravar o áudio da palestra, como temos an internet o áudio do Sr. Roch Paquette, mas infelizmente ela me respondeu em um sonoro NÃO que não pode gravar nada… :x  :cry:

      Abraços,[/align]

    • #10804
      RedCzar777
      Participante

      Carlos, eu fui na palastra que teve aqui em Brasília, o que ela falou sobre o teste on-line, assim como a Dri já  falou, é que ele foi rpojetado para pessoas que se enquadravam na questão da idade, podendo assim dar uma falsa impressão de que pessoas com idade acima de 35 anos sejam aprovadas. Ela foi bem enfática nessa questão da idade, disso que no máximo um pessoa que estivesse próxima de completar 36 anos deveria entrar logo com o processo pois a ideade que conta durante todo o processo é a idade que a pessoa tinha quando deu entrada na solicitação.

      Ela disse também que para dar entrada na documentação a pessoa deve ter entre 150 e 250 horas de francês. Disse que é totalmente NÃO-RECOMENDÁVEL que uma pessoa dê entrada na papelada sem ter pelo menos isso, pois na entrevista será considerado que a pessoa deve ter esse nível no mínimo. Eu acho que os entrevistadores ainda podem esperar que a pessoa continuou estudando e que o nível de francês deve estar até um pouquinho melhor…

      Uma coisa que me chamdou a atenção é que um Bacharel daqui (curso universitário de 4 anos) equivale a um tecnólogo por lá. Também só contam pontos no processo pós-graduações ou MBAs de no mínimo 360 horas, menos do que isso nem é considerado. Isso equivale a um mestrado latus-sensus ou estrictus-sensus. Não sei se escrevi certo, mas sei que fiquei feliz porque minha pós-graduação foi de 360 horas e vou ganhar alguns pontinhos, heheheh.

    • #10807
      Carlos_Santos
      Participante

      @RedCzar777″;p=”2569 wrote:

      Carlos, …. podendo assim dar uma falsa impressão de que pessoas com idade acima de 35 anos sejam aprovadas. …..

      veja……….depois desta sua resposta………… eu retorno a minha questão anterior, com uma certeza:

      ESTE TESTE É UM ENGODO!!!

      aprova candidatos a imigração que não passarão na entrevista ou pior, que nem irão para ela!

      ISSO É UMA ABSURDO!!!  

      só dizer estas informações na PALESTRA e não nos sites, no teste online, e/ou em todo lugar aonde divulga-se o processo é FUNDAMENTAL para ser um processo TRANSPARENTE E CLARO!!!

      isso me estressa   :evil: :twisted:  :twisted:  :twisted: :explode:  :explode:  :explode:

      @RedCzar777″;p=”2569 wrote:

      Ela disse também ….deve ter entre 150 e 250 horas de francês.

      aonde está escrito isso????  

      Se não foi amplamente divulgado os critérios de seleção e claramente, se é apenas indicado nas palestras, isso torna injusto o processo.

      Que o processo tem melhorias a serem feitas tudo bem,  sabemos…. quem não pode fazer algo melhor, mais rápido, mais eficiente???? 8O  sempre podemos melhor nossa performance… ok… somos humanos…. :oops:

      Mas isso que está dito acima É INADIMISSÍVEL!!!  está ERRADO!!!

      Não deveria pode tirar da ‘cartola’ regras novas e não divulgá-las AMPLAMENTE!!!!

      Eles estão enganando os novos e interessados candidatos!!!  

      e nós ao dizer que ao passar no teste onlie passa na entrevista!!

      Isto é o que me chateia! como posso explicar a uma pessoa iniciante que o teste online  OFICIAL DO GOVERNO não é sério??? :x :x  :x  :x

      como podemos ajudar os colegas se somos enganados, nós mesmos!, que tentamos ajudar os novos???

      Demonstro meu espanto e minha indignação! isto não é uma postura séria!!!

      RedCzar777, sei que as palavras são da Soraia, ok! não é contigo….  

      estou rebatendo o que eu estou lendo, segundo você, “palavras dela”, logo minhas respostas são para a ela e não a você, ok!

      Abraços

    • #10808
      esperanza
      Participante

      Estou totalmente de acordo contigo. Muita gente nao asiste as palestras e pode dar entrada ao proceso sem saber disto. Eu comencei o proceso sem ter asistido. Cuando a Judith Grenon falou deste novo criterio na nossa entrevista, nos pensabamos que ela debia estar errada, nao acreditabamos pois en nenhum lugar dizia iso. Foi um balde de agua fria.

      Slds,

      Laura

    • #10811
      Anonymous
      Participante

      Carlos,

      Vc relamente tem razão. Pessoas como eu, que moram no interior do fim do mundo, muitas vezes não tem a oportunidade de ir nestas palestras…..Se não podemos acreditar que o que está no site oficial é a verdade suprema, realmente fica complicado, pois corre-se de gastar aquilo que não está sobrando, pois a vida não está fávil para ninguém, além do custo psicológico de uma perspectiva frustrada. Como dizia o Boris Casoy, É UMA VERGONHA!.

      Abs

      Glauco

    • #10816
      makeloo
      Participante

      É chato aceitar, pois cria-se uma expectativa positiva de todo o processo, porém concordo com a postagem do Carlos.

    • #10817
      RedCzar777
      Participante

      Carlos, pode ficar tranquilo que eu não tomei as críticas como sendo dirigidas para mim.

      E na verdade eu concordo com a sua indignação pois o teste-online nos é passado oficialmente como um teste útil e com alto nível de acerto, mas na entrevista não foi isso que ela disse.

      Sobre a questão das horas eu acho que o melhor seria colocar os níveis como uma descrição de quantas horas de estudo do idioma representam cada uma.

    • #10818
      Daniele
      Participante

      Nossa Carlos!!! vc foi brilhante nas suas colocações…. acho que elas exprimem os sentimentos de muitos de nós.

      Quando eu assisti à palestra, me passou pela cabeça se eu não estava na palestra errada. Ela me pareceu mais uma agente de imigração dos EUA do que do Canadá.   :?

      Para quem tem problemas sérios de densidade demógrafica (4 habitantes por km2, enquanto só em MG somos 30,5 por km2) e por isso querem implementar um programa de imigração, acho que eles estão criando dificuldades demais. Senti muito terrorismo na palestra da Soraia Tandel.   :evil:  

      Abraços,

      Daniele.

    • #10829
      Carlos_Santos
      Participante

      Adriana,

      desculpe mas não prestei a devida atenção a esta sua postagem ….

      agora vou comenta-la…. atrasado denovo!

      @Dri_Torres”;p=”2510 wrote:

      [align=justify]O teste on-line só está de acordo para as pessoas com menos de 35 anos… para as mais velhas não é recomendado a resposta do teste on-line pois pode dar um resultado diferente da realidade.

      ISSO NÃO PODE ACONTECER!!!!  

      pois :

      primeiro:

      não esta escrito isso no site do teste online, esta? ???  acho que não!

      segundo:

      porque esta informação não é amplamente DIVULGADA na PAGINA Do ESCRITORIO DE BUENOS AIRES???

      terceiro:

      porque esta informação so é divulgada nas Palestras???

      então…. ja esta errado! e as expectativas e o dinheiro de quem passa no teste e depois é barrado na entrevista!!!

      @Dri_Torres”;p=”2510 wrote:

      Não é que o teste seja um engodo, mas é que ele é um pouco complicado de preencher a as vezes as pessoas podem preencher diferente de como o escritório irá avaliar, por exemplo o caso do francês que é um dos quesitos de maior pontuação, a pessoa pode achar que está no nível intermediário e na verdade para o escritório está no nível básico. .

      “….o teste é um pouco complicado…. ”  

      então melhore o TESTE, torne-o SIMPLES, SIMPLIFIQUE-O!!!

      pois é isso que precisamos TODOS, nos e ………eles também!

      @Dri_Torres”;p=”2510 wrote:

      Muitas pessoas preencher errado também a parte dos estudos, às vezes considerando um MBA que o escritório não irá considerar. E temos que lembrar também que existem pessoas que colocam uma coisa que depois não podem comprovar na entrevista.

      Eu posso afirmar que :

      EU MESMO PREENCHI O TESTE ONLINE, depois da mudança das regras e……………. PASSEI de novo!

      ai eu pergunto: eu preenchi ERRADO????  não sou o “dono do mundo nem da verdade”, mas…… me considero inteligente o suficiente para entender o que esta escrito e responder adequadamente o teste;

      E AI? ????  eu passei mesmo ou NAO????  quem esta certo??? o TESTE ou BUENOS AIRES????

      poxa vida! este processo não pode ter dois pesos e duas medidas!!!!  

      Se o PESSOAL de BUENOS AIRES lê o forum como dizem que o fazem, fica aqui TODAS AS MINHAS SUGESTOES e CRITICAS!!!!

      @Dri_Torres”;p=”2510 wrote:

      [align=justify]Ela mesma disse que temos mais de 90% de aprovação na entrevista entre aqueles que responderam corretamente o teste, podendo ser solicitado mais horas de francês por talvez a pessoa ter declarado um nível acima do que apresentou na entrevista.

      ENTAO,…………… EU PASSEI COM 42 ANOS?????  pois preenchi honestamente !!!

      e porque não esta claro o numero de horas esperado com o nivel de francês informado no formulario, porque isso é subjetivo e nao objetivo?  porque eles não colocam as horas para que possam ajudar os candidatos a imigrantes ????

      Tudo bem que eu posso fazer 300 horas e nao falar bem, pois sou timido, etc…. OK!  isso é subjetivo!  mas então não poe isso  como um metodo simples de opção por parte do candidato no formulari!!!

      complique esta parte para deixar claro esta importancia deste ponto, ja no teste online!!!!

      Para concluir………..Veja o seguinte:

      1°) Eu sou o primeiro a defender o processo do Quebec como um pais sério e um processo transparente!!

      2°) Eu sou contra qualquer favoritismo ou o uso de regras escusas em qualquer processo, principalmente este processo de IMIGRAçÃO

      3°) Eu adoraria ajudar a corrigir estas idiosincrasias deste processo simplesmente porque o tornara melhor!

      4°) Eu faço benevolat aqui, como vocês, Adriana e BRuno, ou seja dedico parte do meu tempo, GRATUITAMENTE, com o objetivo de ajudar os colegas interessados como fui ajudado gratuitamente, logo acho meu dever o fazê-lo!!!

      porém não quero passar por IDIOTA…. recomendando dicas e dando orientações ERRADAS que podem levar mesmo a NOSSO DESCREDITO, meu e da proprio FORUM, por parte da comunidade que nos OUVE e ACREDITA no que dizemos e que não acontecem!!!

      e se fosse você que me lê neste momento, que eu desse muil dicas e depois fosse REPROVADO NA ENTREVISTA, você ACREDITARIA EM MIM????  gostaria de continuar a participar deste FORUM? reflita……… eu digo que NAO! estou sendo honesto e claro!

      e isso é GRAVE!!!  GRAVISSIMO!!!!!

      Adriana,

      vou repetir o que disse ao RedCzar777 …..

      estou rebatendo o que eu estou lendo, segundo você, “palavras dela”, logo minhas respostas são para a ela e não a você, ok!
      :wink:  

      fico por aqui!

      abraços

    • #10834
      riceli
      Participante

      Carlos Luiz,

      Concordo com tudo que disse.Tudo que falou é o que penso e sinto.FALOU MUITO BEM.Não está sendo nada honesto a atitude da imigração em relação a entrevista on line.Valeu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Um abraço,

    • #10842
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá Carlos,

      Eu também questionei a Sra. Soraia isso quando perguntei se poderia gravar a palestra, pois muitas pessoas não podem participar da mesma por morar longe dos locais, mas ela não foi muito gentil na sua resposta dizendo que se não pode ir na palestra que procurem no site que tem tudo, mas vemos que nem tudo está escrito e por isso nem insisti muito pois senão ia dar barraco  :lol:  :lol:  :lol:

      No seu caso o resultado foi positivo mas você não o deve conseiderar pois tem mais de 35 anos, conforme a Sra.Soraia me disse.
      Concordo também que deveria vir escrito no site que o teste é válido somente para pessoas até 35 anos e espero que isso seja corrigido.

      Infelizmente temos que “aceitar” isso pois a própria Sra. Tandel nos disse para não ficarmos enviando e-mail para eles, pois não estão dando conta de responder.

      Abraços,[/align]

    • #10867
      nakhatealokalokimm
      Participante

      Forum,

      uma excelente noite.

      Quanto à questao da idade. é muio complicado colocar no site, isto seria uma forma de discriminacao, concordam? ainda mias a nivel mundial. O que ela disse está valendo e acredito que realmente esta.

      Se colocassem isso seria falso, pois com 40, doutorado, frances fluente, com certeza passa , ateh o rock na epoca disse, faltou pontos em algum lugar , compense em outro, e eu jah fiz um teste, somente com segundo grau no BRasil, sem experirnecia, nunca trabalhou, nem estagio, mas com ingles e frances fluente no nivel mais alto, passa. nao sei se estou sendo claro e compreeendido.

      O que eles fizeram eh, apertar mais, mas nao podem colcocar isso no site

      valeu,
      aok

    • #10868
      Marcus
      Participante

      Olá a todos!

      Não concordo que estabelecer critérios de idade seja discriminação. Eles têm o direito de estabelecer as regras e os critérios que mais lhes aprouver. E acho que se a idade é uma das regras do jogo, ela deve estar clara, transparente e bem destacada no site.

      O teste on line já deveria ter sido calibrado para as novas regras, para que todos que o fizessem pudessem ter uma resposta precisa se tem condições ou não de emigrar. Se não tiveram tempo ainda de calibrá-lo (o quê é uma grande falha, ou seja, primeiro mudam as regras e depois fazem os ajustes necessários), então que se coloque bem destacado no site que o teste, momentaneamente, só avalia com precisão para pessoas até 35 anos de idade.  Se isso fosse feito, evitaria-se muitas falsas expectativas e gastos desnecessários como muitos já citaram acima.

      Um grande abraço a todos!

      Marcus.

    • #10869
      Anonymous
      Participante

      Ola a todos,

      Não vejo com discriminação especificarem no site a respeito da idade, é o processo deles e eles tem o direito de colocar as regras. A respeito do frances, creio que eles tem razão de pedir um nivel de frances, pois, ele devem gastar um valor alto com os curso de francisao.

      Se ele poder falar na palestra, porque nao podem atualizar no site e ter um processo mais informativo.

      Trabalho com desenvolvimento de software e falo uma coisa, tudo pode ser parametrizado, ainda mais as perguntas como ele foi feito. Se eles mudaram as regras que o site fique disponível da maneira correta e atualizada, isso é facil de se fazer (trabalho com isso e tenho condição de fazer essa colocação).

      Acho que eles erraram em nao colocar isso no site!

      Essa é minha opinião.

      Um abraço,

      Jean

    • #10875
      Carlos_Santos
      Participante

      Olá Alok,

      @nakhatealokalokimm”;p=”2642 wrote:

      Quanto à questao da idade. é muio complicado colocar no site, isto seria uma forma de discriminacao,

      então eles podem discriminar e não oficializar a discriminação???  é isso que vc Alok está dizendo?

      @nakhatealokalokimm”;p=”2642 wrote:

      Se colocassem isso seria falso,….

      o que é falso ?  obter resultado positivo no teste e não passar na entrevista???

      @nakhatealokalokimm”;p=”2642 wrote:

      O que eles fizeram eh, apertar mais, mas nao podem colcocar isso no site

      desculpe Alok, mas isso para mim tem nome e se chama HIPOCRISIA!  regras claras e objetivas!!!  é só o que esperamos deste processo, não concorda comigo??

      desculpe discordar de suas opiniões….  mas não estamos numa ditadura aonde todos tem que concordar mesmo discordando… mas isso não é pessoal, ok!

      abraços

    • #10877
      Erasmo
      Participante

      Carlos, você tem razão…agora vejo que quem reclamou no CanadaImigration de toda essa subjetividade tem certa razão…como ter algum parâmetro para iniciar o processo se o teste on-line não serve de referência? É realmente complicado… :?

      Dá a impressão de que, devido a alguma questão ou exigência governamental (ou sei lá de quem), eles mantém este teste (para “inglês ver”) e decidem mesmo no “tête à tête”…

      Grande abraço

      Erasmo

    • #10883
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá a todos,

      Inclusive ontem atualizei o Passo a Passo aqui da Comunidade e especifiquei que o teste só fornece resultados válidos para pessoas com até 35 anos.

      Ontem li bastante o arquivo que podemos encontrar no link TRAVAILLEURS QUALIFIÉS PERMANENTS Chapitre 01 e entre outros arquivos que este documento me remetia. Percebi que em nenhum momento está especificado que somente até 35 anos as pessoas podem imigrar, mas pode-se perceber que acima desta idade os quesitos complicam bastante.

      Uma outra coisa que consegui entender, e que já havíamos discutido no Forum, é sobre as pessoas com diplomas de nível superior terem sido prejudicadas ou não… Percebi que o processo NÃO as prejudica, pois a quantidade de pontos para nível superior continua a mesma, mas agora pessoas que tem profissões em demanda ganham “bonus”, ou seja, pontuam a mais. Tanto que antes eu não passava como requerente principal a não ser que fosse quase fluente em francês, e agora eu passo tranquilamente mesmo minha profissão não estando em demanda.

      Aconselho a todos lerem bem lido este documento pois ele é essencial para se conhecer o processo!!!

      Abraços,[/align]

    • #10887
      Carlos_Santos
      Participante

      @Jean”;p=”2644 wrote:

      Ola a todos,

      Não vejo com discriminação especificarem no site a respeito da idade, é o processo deles e eles tem o direito de colocar as regras. A respeito do frances, creio que eles tem razão de pedir um nivel de frances, pois, ele devem gastar um valor alto com os curso de francisao.

      Se ele poder falar na palestra, porque nao podem atualizar no site e ter um processo mais informativo.

      concordo contigo Jean!

      não sou contra que mudem os critérios!!!  

      É direito deles!!! podem ser mais rígidos, mais seletivos, sem stress, estarão corretos!

      eu mesmo seleciono quem desejo convidar para ir à minha casa!

      Mas não deixar AMPLAMENTE CLARO quais são as regras ………… aí é outra coisa!

      é isso!

      atenciosamente

    • #10894
      Daniele
      Participante

      Apenas para informação, eu enviei no dia 20/11 um e-mail ao escritório em Buenos Aires pedindo esclarecimentos sobre essa questão da idade e eis a resposta que recebo hoje. Acho bastante animadora!

      RESPOSTA:

      Prezada Daniele,

      Em resposta ao seu e-mail informo-lhe que o  quesito idade não é eliminatório. Aconselhamos fazer a avaliação on-line no nosso site e se a avaliação der uma resposta positiva, nesse caso envie o seu dossiê ao nosso escritório.

      A avaliação on-line permite saber se o candidato tem chances de ser aceito, mas não é uma resposta formal no sentido da lei sobre a imigração. O seu dossiê será avaliado e poderemos lhe dar uma resposta com respeito à sua solicitação.

      Atenciosamente,

      Valeria Godoy
      Technicienne en immigration
      Service d’immigration du Québec
      Ing. Butty 240 Piso 3
      C1001 AFB Buenos Aires
      Tél : (54 11) 4343 2033
      Téléc. (54 11) 4343 2122

      E-MAIL ENVIADO POR MIM

      Cara Lucy,

      Mais uma vez gostaria de solicitar um esclarecimento mais preciso quanto ao quesito IDADE na avaliação dos dossiês enviados após as novas regulamentações do governo do Quebec.

      Em uma das palestras realizadas aqui no Brasil, dada pela Sra. Soraia, após apresentar a Província do Quebec, seus pontos fortes, seus benefícios, suas belezas naturais, seu povo, nativos ou não, seus costumes e tudo mais, foi apresentado o perfil desejado pelo Quebec para seus novos imigrantes e esse “novo” perfil é extremamente seletivo, principalmente no quesito idade. Se você tem mais de 35 anos de idade, esqueça Quebec, você não será aceito!

      Ela esclareceu, também, que até 38 anos de idade, se você tiver um MBA, muitas horas de francês e inglês, formação universitária em curso de alta pontuação, considerando as últimas normas do governo, além de outros pontos extremamente favoráveis no critério de avaliação, você poderá ser avaliado e até consiga ser aceito, caso contrário, “não se inscreva”.

      Segundo ela, o sistema de pontuação que consta no site do governo do Quebec ainda não foi atualizado, e por esta razão você poderá ser “aceito” no site, mas ser “recusado” quando da avaliação.

      Solicito encarecidamente esclarecer essa questão, já que tenho investido tempo e dinheiro no estudo da língua para me preparar para esse projeto, levando em conta o teste online que fiz no site do governo que deu satisfatório. Segundo a Sra. Soraia, o meu teste pode ser falso, tendo em vista que, segundo ela, o site está desatualizado? No meu caso, tenho 31 anos e serei a requerente principal, mas o meu marido tem 36 anos. Solicito um esclarecimento antes que eu invista mais dinheiro num projeto que será reprovado só pela idade do meu marido.

      Desde já, agradeço imensamente a atenção em prestar mais esse esclarecimento.

      Atenciosamente,

      Daniele Alves de Azevedo.

    • #10897
      Erasmo
      Participante

      Interessante…mas ainda fica a questão: Até que ponto pode-se confiar na avaliação on-line…?

      Abraços

      Erasmo

    • #10920
      Marcus
      Participante

      A Soraia, na palestra do dia 30/11/06 aqui em BH, disse com todas as letras e de maneira enfática que a idade é um fator eliminatório SIM. Porém, ela mesma sugeriu a alternativa de colocar o(a) esposo(a) como requerente principal caso ele(a) tenha idade até 35 anos. Segundo ela, tal expediente contornaria o problema perfeitamente, caso o requerente principal tenha um perfil que atinja a pontuação requerida.

      Abração!!!

      Marcus.

    • #10928
      nakhatealokalokimm
      Participante

      Forum,

      uma boa noite.

      Antes de mais nada, como nos comunicamos por palavras, muitas vezes nao sabemos o tom das palavras, pois pode parecer uma coisa para uns e outra para outras. Me lembro qu euma vez tava na empresa e ao responder um e-mail disse : Que bom que recebeu o meu e-mail !!!! a pessoa que abrir entendeu tudo errado , imaginando que estava num tom de deboche ou algo assim e gerou uma discussao.

      Enato para evitar isso aqui como em alguns grupos do yahoo que participo, o tom das minhas palavras sao de responder com toda educacao e sem gritos , ok?

      bom,
      o que eu quis passar na minha mensagem eh que , me parece que eles nao oficializam isso pois poserá parecer uma forma de discriminacao, opiniao minha, e eles nao querem passar essa imagem. Concordo que se eles que selecionam tem todo o direito de colocar as regras .

      Carlos ,

      sobre o que quis dizer de …estaria sendo falso…., quis dizer que, na minha opiniao se eles colocassem isso no site ( 35 anos ) , uma pessoa com 40 , 45 ou 50 anos passaria , mesmo sem ter nunca trabalhado , com segundo grau normal, mas com ingles fluente e frances fluente . Fiz essa simulacao e deu como ok no site.

      Creio que eles vao apertar muito mais agora, mas pode se compensar com outras coisas, nivel de escolariedade, linguas, expereincia profissonal, etc…

      Nao sei se deu para passar minha mensagem. ok?

      obs.: num tom amigável.

      valeu
      alok

    • #10941
      driaoquadrado
      Participante

      Ainda com relação a palestra, a Mme Tandon mencionou aqui em Salvador, no dia 04/12, que para algumas profissões é possível obter uma permissão para trabalhar como profissional júnior, antes mesmo da validação e equivalência do diploma, mas durante o processo de equivalência. Ela citou alguns casos como farmácia e engenharia. :idea:
      Para os que têm interesse, recomendo entrar no site dos conselhos e verificar a informação.
      Os sites são: Ordre des Pharmaciens du Québec e Ordre des Ingénieurs du Québec.

      Boa pesquisa e leitura, :lol:

      Adriana

    • #10943
      Carlos_Santos
      Participante

      Olá Daniele,

      será que a Sras. Tandel e Godoy trabalham no mesmo organismo????

      é uma gozação!  claro que elas trabalham!  ………….mas porque dois discursos diferentes!

      odeio isso!  :evil:  :evil:  :evil:  :evil:  :twisted:  :twisted:

      eu continuo indignado! :rant: :crutch:

    • #10944
      Carlos_Santos
      Participante

      Alok

      :)

      sempre “discuto” idéias sem stress…. aceito opiniões diferentes da minha, sem stress!

      mas fico pau da vida com incoerências!

      quer me matar é falar uma coisa e fazer outra!

      é o que está ocorrendo nesta fase do processo!

      @nakhatealokalokimm”;p=”2709 wrote:

      Nao sei se deu para passar minha mensagem. ok?

      obs.: num tom amigável.

      valeu
      alok

      eu te entendi antes, e entendi que o tom era amigável, não se preocupe!

      mas como você mesmo disse, temos de nos expressar por escrito aqui! logo…. discuto sobre o que leio e interpreto, claro!

      Mas veja “discriminar” é proibido por lá…..  oficialmente e por lei…. logo não podem dizer algo discriminatório e não por isso no site do teste, por ser decriminatório…. isso é hiprocrisia e diga-se de passagem punível na lei deles!  8O

      Grande Abraço Alok e não se preocupe…. entendi direito! :wink:

      :beer2:

    • #10985
      nakhatealokalokimm
      Participante

      Carlos,

      ok

      valeu , alok

    • #10986
      Erasmo
      Participante

      Eu acho que, como “eles” não tem a famosa “manha brasileira”, estão tentando mascarar esta discriminação clara e não estão tendo sucesso…e nem teriam, diante de nós, brasileiros, acostumados com tanta safadeza… :evil:

      Mas vejam bem, eu disse acostumados a ver e não habituados a praticar…o Carlos matou a questão!

      Abraços

      Erasmo

    • #10997
      Dewet
      Participante

      Concordo com o Carlos,
      as regras devem ser sempre claras e objetivas, ainda mais num processo longo e dispendioso como o sonho de ir morar no Canadá. E nada justifica a obscuridade no processo.

      Quanto ao fator idade, eu penso que o limite estabelecido é justamente para ajudar no “povoamento” do Canadá. Quais as chances de um casal na faixa dos 45 anos  quererem ter filhos? Tanto é que quem tem filhos pequenos ganha pontos no processo. Acredito eu que o fator idade tenha sido alterado visando a imigração de pessoas que queiram constituir família no Canadá.

      Na palestra que assisti em Curitiba, a Srta. Soraia comentou que no caso do casal, o requerente principal deve ser o mais novo. Desta forma a idade do acompanhante não terá tanta influência no processo. Conversei muito com a Srta Soraia após a palestra pois o assunto idade é muito importante para mim, Eu tenho 38 e minha esposa 29. Após dar uma prévia para ela da nossa formação profissional e experiência, ela foi firme a clara: “pode enviar o processo com sua esposa como requerente principal, sem problemas.

      Neste site do Gean Oliveira, que mora em Toronto, tem o audio da palestra em mp3.
      Audio da palestra – ministrada em 2005 na PUC-Curitiba

      Abraços,

      Dewet

    • #10998
      Carlos_Santos
      Participante

      Dewet,

      Este AUDIO da palestra do ROCH está bem defasada dos atuais critérios adotados!!! por isso………

      :!: ATENÇÃO AOS QUE ELE OUVIREM!!!  :!:

      abraços,

    • #11024
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá Carlos e Dewet,

      Realmente este audio está totalemente defasado!!!

      Tentei conversar com a Soraia para que ela autorizasse uma nova gravação, mas minha tentativa não deu certo :cry_baby:  levei um sonoro não na cara!!!:madman:

      Abraços,[/align]

    • #11052
      Dewet
      Participante

      :!: Realmente está defasado… Não diria totalmente pois a situação geográfica, pelo menos, não mudou… :lol:

      Este audio serve para aqueles que não assistiram a palestra e quiserem ter um gostinho do que é o Canadá e com isso correr atrás dos dados e do processo atual.

      Resolvi divulgar este link pois foi ouvindo este audio que me despertou toda a vontade de correr atrás e descobrir mais sobre o processo.

      Quando teve a palestra em Curitiba em Novembro eu também pensei em gravar e passar para a Adriana publicar, mas esqueci de levar meu gravador   :wink:

      É uma pena que não tenhamos o audio atual… Não por falta de vontade nossa, né Adriana?

      Abraços,

      Dewet Virmond

    • #11153
      Carlos_Santos
      Participante

      Nos nao temos este audio mas sei quem o tem…… :D

      vou pedir a ele para divulgar assim que voltar de férias, pode deixar!!   :wink:

      abraços

      ps.: eu também assisti a uma palestra do Roch e por isso eu também quis ir para o Québec!  :)

    • #11158
      Erasmo
      Participante

      Que coisa, não?! Hoje, vejo o pessoal comentando sobre a palestra da Mme. Tandel como algo no mínimo desmotivador em certos casos…e pensar que também decidi imigrar para Québec graças à palestra do M. Roch Paquette…

      Abraços!

      Erasmo

    • #11179
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá Carlos,

      Eu até poderia ter gravado o audio sem a autorização da Soraia, mas não acho legal isso…Portanto se o audio que você disse conhecer alguém que o tem, não foi autorizado a gravação, não poderei disponibilizar aqui na Comunidade, infelizmente  :( mas sabemos que o e-mail serva para isso também  :lol:

      Abraços,[/align]

    • #11233
      AleBHZ
      Participante

      Achei a palestra da Mme. Soraya muito interessante, pois foi mais realista. Além do mais, ela também já viveu todas essas experiências como emigrante.
      Pena que não foi possível gravar o audio…

    • #11396
      Fabiocb
      Participante

      Poxa vida pessoal pelo visto não fui só eu que fiquei totalmente decepcionado com a Sra. Sorya, alem de desmotivar o pessoal ele é muito mau informada quanto a varios assuntos e derepente sem mais nem menos começou a cortar algumas pessoas que ficaram sem graça e foram embora, sinceramente não é querer ser convencido, mas acho que até eu tenho mais informações sobre Québec do que ela, digo por que um amigo meu que foi comigo ficou decepcionado por que ela disse somente o que eu ja havia dito à ele a namorada dele.

      Ps. Fui na Palestra de São Paulo, em Agosto de 2006, acho que foi dia 29.

      ah sem contar que ela prometeu enviar um email com as apresentações e sobre a provincia de Québec a todos que estavam presente, e até hoje (4 meses depois) nada.

    • #11400
      Carlos_Santos
      Participante

      Adriana,

      quando eu conseguir o audio que foi gravado a revelia da Sra Tandel, eu verei como enviar aos interessados!!!

      O engraçado é que o colega do Rio que fez a gravação falou com ela ao final e perguntou se podia depois de já ter feito,  :lol:  e a resposta NÃO dela, não o fez mudar nem apagá-lo,  :lol:

      eu não entendo o PORQUE de não poder divulgar amplamente o que ela fala!  8O  8O  8O  porque este receio dela???? não entendo pois poderíamos divulgar mais AMPLAMENTE o que o BIQ de Buenos Aires quer e o que ele não quer!

      Será que é por isso?????

      Fico por aqui com as minhas indagações….  acho que eles vão me barrar no aeroporto no québec!   :lol:   :lol:  :lol:

    • #11408
      AleBHZ
      Participante

      Eu não fiquei decepcionado com a palestra da Mme. Soraya.
      Só achei uma pena não ter podido gravar o áudio.
      Em relação ao que foi falado sobre ela ter deixado alguns participantes sem graça, acho que estávamos acostumados com o jeito brincalhão do Roch…
      Aqui em BH ela foi impaciente por causa de conversas paralelas, porque os que estavam conversando não prestavam atenção e corriam o risco de fazer em seguida a mesma pergunta que ela já tinha respondido. Super compreensível.
      Outra coisa que talvez tenha irritado mais a platéia do que a própria palestrante foi o festival de perguntas óbivias que foram feitas. Mas tudo normal, pois tinha muita gente lá que não sabia nada ainda sobre o processo.
      No mais, é isso… :D

    • #11410
      RickSimon
      Participante

      Comunidade,

      Talvez porque eu não tive nenhuma informação sobre Québec antes da palestra, eu achei muito produtiva e foi o que me fez ir buscar mais informações, querer concretizar o sonho de imigrar para o Canadá.

      Fui na palestra de Agosto/2006 aqui em SP e em mais duas em Novembro/2006 também em SP, e para ser sincero eu e minha esposa tivemos uma ótima impressão de Mme. Soraia Tandel que na segunda vez que fomos a palestra nos cumprimentou e até brincou conosco.

      Achei ela bem objetiva e não deixou que ninguém que não estivesse no perfil criar falsas espectativas, ela foi sincera e ao mesmo tempo educada com essas pessoas, inclusive um amigo meu que foi junto e que não tem nível superior completo e já tem 36 anos, para o qual ela disse realmente ser muito difícil de conseguir ser aprovado para uma entrevista.

      Enfim, acho que cada um tem suas experiências e espectativas, como não tive a oportunidade de participar de palestras ministradas pelo M. Roch, não posso opinar nem positiva e nem negativamente.

      Sem contar que a CBQ tem me dado um auxílio muito grande e muito importante, com informações imparciais e sempre claras, isso é muito bom.

      Um abraço a todos.

      Ri e Ro – Rumo ao Quebec

    • #11411
      Carlos_Santos
      Participante

      Adriana,

      você poderia verificar se este documento é o que o BIQ de Buenos Aires está usando ATUALMENTE????

      Règlement sur la pondération applicable à la sélection des ressortissants étrangers

      ali está claro a pontuação de pessoas que desejam saber quantos PONTOS fará com no teste online!!!

      Apesar de estar escrito….

      Dernière version disponible Incluant la Gazette officielle du 29 novembre 2006

      só falta não estar “CALIBRADO” também….. :twisted:

      abraços

    • #11413
      Carlos_Santos
      Participante

      E para os que querem entender um pouco mais este processo de seleção tem este documento OFICIAL do governo do Québec:

      PROGRAMME DE RECRUTEMENT ET DE SÉLECTION DES CANDIDATS À L’IMMIGRATION ÉCONOMIQUE

      CHAPITRE 1 – LES TRAVAILLEURS QUALIFIÉS PERMANENTS  

      incluindo a questão de idade no item 3.3.3 Facteur 3. Âge, na página 31, que diz que….

      Les points au facteur Âge sont alloués de la façon suivante :
      Moins de 18 ans               0
      18 ans à 35 ans             18
      36 ans                          14
      37 ans                          10
      38 ans                           6
      39 ans                           4
      40 ans                           2
      41 ans ou plus                0

      Les points sont accordés à ce facteur en fonction de l’âge du candidat au moment du
      dépôt de sa DCS. Ces points ne sont pas mis à jour à l’étape de l’examen
      préliminaire ou de la sélection
      .

      ou seja não fala nada sobre ser RECUSADO por ter mais de 35 anos!!!!

      ao contrário do fator NÍVEL DE ESCOLARIDADE AONDE DIZ…..
      item 3.3.1.1. Critère 1.1 : Niveau de scolarité na página 18

      Le critère Niveau de scolarité de la grille de sélection des travailleurs qualifiés
      est éliminatoire. Tous les candidats doivent, pour pouvoir être sélectionnés,
      détenir au moins un diplôme correspondant à un diplôme d’études secondaires
      générales ou professionnelles du Québec. Ainsi, ceux qui n’obtiennent pas au
      moins 2 points à ce critère sont automatiquement refusés
      .

      vai dizer que este guia não está “CALIBRADO” também????  :twisted:

    • #11425
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá Carlos,

      Pelo que eu saiba os documentos citados são os válidos.[/align]

      @Carlos_Santos”;p=”3231 wrote:

      incluindo a questão de idade no item 3.3.3 Facteur 3. Âge, na página 31, que diz que….

      Les points au facteur Âge sont alloués de la façon suivante :
      Moins de 18 ans               0
      18 ans à 35 ans             18
      36 ans                          14
      37 ans                          10
      38 ans                           6
      39 ans                           4
      40 ans                           2
      41 ans ou plus                0

      Les points sont accordés à ce facteur en fonction de l’âge du candidat au moment du
      dépôt de sa DCS. Ces points ne sont pas mis à jour à l’étape de l’examen
      préliminaire ou de la sélection
      .

      ou seja não fala nada sobre ser RECUSADO por ter mais de 35 anos!!!!

      ao contrário do fator NÍVEL DE ESCOLARIDADE AONDE DIZ…..
      item 3.3.1.1. Critère 1.1 : Niveau de scolarité na página 18

      Le critère Niveau de scolarité de la grille de sélection des travailleurs qualifiés
      est éliminatoire. Tous les candidats doivent, pour pouvoir être sélectionnés,
      détenir au moins un diplôme correspondant à un diplôme d’études secondaires
      générales ou professionnelles du Québec. Ainsi, ceux qui n’obtiennent pas au
      moins 2 points à ce critère sont automatiquement refusés
      .

      vai dizer que este guia não está "CALIBRADO" também????  :twisted:

      [align=justify]É verdade que em nenhum lugar é especificado que pessoas com mais de 35 anos são impedidas de participar do processo, já li os documentos várias vezes… o que acontece, faça as contas, é que se vc tiver mais de 35 anos e o resto dos requisitos forem fracos, você não conseguirá passar. Ela disse que as pessoas com mais de 35 anos e até os 40 anos ainda possuem chances caso tenham profissão em demanda, alto nível de francês, pós graduação etc… e para pessoas com mais de 40 anos o processo se torna inviável já que terão que apresentar os requisitos acima e ainda filhos, estadia em Québec e fluência no francês, ou seja, MUITO DIFÍCIL ENCONTRAR UMA PESSOA COM ESTE PERFIL. Digo difícil como ela também disse, mas não impossível, quem tiver este excelente pefil tente que pode conseguir ser aprovado, mas convenhamos com este perfil a pessoa já pode ir com emprego garantido e não ainda participar de um processo onde nada é garantido…

      Acho que ela não deixa gravar o áudio das suas palestras por ela ser uma funcionária do escritório de Québec, o Roch já era mais influente e tinha um cargo superior, por isso podia arcar com as consequências de algo dito errado…

      Abraços, [/align]

    • #11948
      Ferrari
      Participante

      Boa tarde, pessoal.
        Depois de ler com atenção vários textos em diversos Fóruns, vejo que os critérios de seleção tornaram-se mais….. complexos. No meu caso, especificamente, somente em 2008 terei concluído  o MBA – FGV- Gestão Empresarial, quando  terei 38 anos. Minha esposa é contadora formada, e tem  a mesma  idade, mas não tem MBA, nem fará também.
        Além do critério conhecimento de línguas francesa e inglesa, vejo que caso tenha uma oferta real de emprego será mais fácil a  aprovação do processo.
        Porém, pergunto : como  Engenheiro Agrônomo, vou ter mais chances na avaliação, baseado nessas informações? Caso opte por “montar ” um negócio em Quebéc, sabendo do valor exigido de U$ 300.000,00 ( canadenses), será mais fácil a aprovação?  Será melhor optar direto pelo Processo Federal??

       Caso alguém puder ajudar a responder, eu agradeço.

      Saudações

       Silvio Ferrari

    • #11987
      Dri_Torres
      Participante

      [align=justify]Olá Sílvio,

      Para montar um negócio o processo é outro, completamente diferente e não tem nada a ver com o processo por Québec, inclusive nem francês é muito exigido. Leia Gens d’Affaires.

      Se tiver uma oferta de emprego válida você receberá alguns pontos por isso e pode então facilitar a sua aprovação, mas o processo é todo baseado na soma de pontos, não adianta ganhar este pontos mas perder em outros quesitos e no final não conseguir a soma mínima. Leia os materiais indicados neste tópico para conhecer mais o processo dos pontos.

      Verifique nestes mesmos documentos e no nosso Passo a Passo do Processo de Imigração se a profissão de Engenheiro Agrônomo é uma profissão em demanda para desta forma obter masi pontos no processo.

      Agora, se decidir em fazer o processo por Québec, Federal, esperar se formar no MBA, desistir do MBA e aplicar logo são atitudes que somente você poderá saber se serão válidas.

      Abraços,[/align]

    • #12041
      Ferrari
      Participante

      @Dri_Torres”;p=”3860 wrote:

      [align=justify]Olá Sílvio,

      Para montar um negócio o processo é outro, completamente diferente e não tem nada a ver com o processo por Québec, inclusive nem francês é muito exigido. Leia Gens d’Affaires.

      Se tiver uma oferta de emprego válida você receberá alguns pontos por isso e pode então facilitar a sua aprovação, mas o processo é todo baseado na soma de pontos, não adianta ganhar este pontos mas perder em outros quesitos e no final não conseguir a soma mínima. Leia os materiais indicados neste tópico para conhecer mais o processo dos pontos.

      Verifique nestes mesmos documentos e no nosso Passo a Passo do Processo de Imigração se a profissão de Engenheiro Agrônomo é uma profissão em demanda para desta forma obter masi pontos no processo.

      Agora, se decidir em fazer o processo por Québec, Federal, esperar se formar no MBA, desistir do MBA e aplicar logo são atitudes que somente você poderá saber se serão válidas.

      Abraços,[/align]

      Olá, Adriana!
      Muito obrigado pelas informações.

    • #16291
      Ed_jack
      Participante

      Pessoal gostaria de professor ensino primario,formado pelo antigo magisterio pode ser aprovado por Buenos aires,pois é o que acontece com minha esposa ela trabalha mais de 9 anos nesta àrea(mas não tem curso superior)   :?:

      Abiènto……. :wink:

      Edjakson e Familia.

Visualizando 69 respostas da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.