Mais 1 CSQ conquistado!! Depoimento da Entrevista 17/08/2007

Home Fórum Processo de Imigração Processo Québec – 1ª Parte – CSQ Entrevista Mais 1 CSQ conquistado!! Depoimento da Entrevista 17/08/2007

Visualizando 0 resposta da discussão
  • Autor
    Posts
    • #5090
      Tromons
      Participante

      Oi pessoal, td bem? Após alguns momentos de pura tensão, usufruo de momentos de pura alegria….!
      Ontem (17/08/07) foi minha entrevista com o Carl Teixeira, no Crowne Plaza Hotel, em SP.
      Antes de começar o depoimento, só gostaria de deixar uma sugestão aos administradores do site: Assim como eu, várias pessoas leram e lêem os depoimentos feitos das entrevistas na sessão de “artigos”. Mas lá não tem nenhuma entrevista de 2007. Não seria bacana colocar os depoimentos novos junto com os antigos? Acho ke é mais prático, fácil e útil p as pessoas lerem, pois aki, várioas tópicos vão sendo postados todos os dias e aí a informação “se perde” facilmente, principalemnte para novos usuários. Se for possível, eu gostaria de colocar meu depoimento lá. Mas farei com a autorização de algum de vcs (idealizadores do site) e se alguém me explicar como se faz, pq eu não sei…. hehehehe. Bom é essa minha idéia…, tá ok?  :)

      O DEPOIMENTO… – Tentarei dar o máximo de informações úteis e detalhadas….

      Saí de Curitiba as 00:10hs. Cheguei em SP por volta das 06:15hs.
      Fui de ônibus e acho bacana (p kem nao conhece SP como eu), colocar aki as estações e trajetos do metrô p chegar até o hotel.
      Chegando na rodoviária, vc pega o metrô (lá dentro da rodoiária mesmo) no sentido Jabaquara (lá é td bem indicado, não tem erro). Deça na Estação Paraíso. Nesta estação vc faz uma baldeação, pegando a linha verde, sentido Vila Madalena e descerá na Estação Consolação.
      Na estação Consolação, saia pela Rua Augusta, vc estará próximo de vários hotéis (inclusive do Crowne Plaza).
      Bom, vou passar o link aki de 1 hotel ke é encostadíssimo do Crowne. O hotel chama-se San Gabriel. SE conseguir vaga, hospede-se nele: http://www.sangabriel.com.br/
      Eu fikei no Fórmula 1 da Paulsta e só kero fazer uma observação muito importante aki: Eu CONFIRMEI a reserva 1 dia antes da entrevista, mandando por e-mail fotos do meu cartão de crédito e RG. Pois bem, qdo cheguei no hotel e dei o número da minha reserva, uma moça disse ke meu cartão não tinha passado e ke a reserva foi cancelada E ainda disse ke hotel estava lotado.
      Bom, claro ke eu virei 1 monstro na hora e depois de QUASE 1 barraco, eu consegui 1 quarto p ficar até meio-dia (ke era exatamente o meu plano).
      Moral da históira: Reserve e confirme com pelo menos 2 dias de antecedência, pq senão pode acontecer de algum cretino tentar passar seu cartão e não conseguir e eles nem te avisam. Deixei todos meus contatos p me avisarem e nada. O engraçado é ke qdo eu estava no balcão do hotel, a moça “milagrosamente” conseguiu passar meu cartão…. Bom…. mas passado o susto…. vamos continuar.

      Tentei dormir e claro ke não consegui, parecia ke eu tinha tomado toda a anfetamina do mundo…estava agitado demais. Almocei, dei 1 tempo e fui p o Crowne.
      A instrução ke recebi, é ke 5 minutos antes do horario da minha entrevista, eu deveria falar com a moça da recepção e ela iria me anunciar p o Carl. Daí as 14:25hs ela me anunciou e recebi a autorização p subir.
      Cheguei lá, tinham algumas folhas indicando onde era o “abatedouro”. Chegando lá, o Carl abriu a porta, me mandou entrar, sentar e boa.
      Bom, a 1a. coisa ke ele fez foi dar uma explanação completa do ke iria acontecer nos próximo 30 ou 40 minutos: “Meu nome é Carl, vc mandou um pedido de imigração, vou te avaliar conforme X, Y, Z e blá, blá, blá).
      Realmente ele fala rápido. Estranhei 1 pouco o sotake (morei alguns meses na França e percebi na hora alguns detalhes), mas consegui entender 95% do ke ele falava… não tive problemas.
      Bom, depois ele pediu o passaporte e como foi dito em outro depoimento, ele fazia perguntas simples como: “Qual seu estado civil? Vc mudou de endereço depois ke mandou seu dossiê, Vc está indo sozinho?” etc..etc..etc…. esse tipo de coisa….. nada sensacional.
      Depois de conferir mais algumas coisas,  ele disse: “A parte de documentos pessoais terminou, vamos ver os documntos referentes a sua formação”.
      Aí ele pegou meu diploma, perguntou onde eu tinha me formado…. tentei responder em francês: “Á l’Université Catolic (PUC)”. Aí ele disse: “Vc é químico ou engenheiro químico??”. Respondi ke era engenheiro. Daí ele: “Qual a diferença de um químico e de um eng. químico?”. Respondi + ou – …. disse ke eu poderia exercer a mairo parte das funções de um químico e bla, bla, bla. Daí ele disse: “Pois é, mas o pessoal em Buenos Aires colocou aki ke vc é químico. Como vc não é, terei ke retificar…. vc irá perder 7 pontos do seu score, pq os químicos tem 12 pontos e como vc é engenheiro, fica apenas com 5.”
      Galera, qdo ele disse isso…. nossa…. quase me deu uma coisa…. p completar o terrorismo, ele disse: “Vamos ver se mesmo assim vc tem chances ainda né….? Mas…não sei….. vamos continuar aki…..”.
      Daí ele perguntou das minhas experiências profissionais. Ele não qui ver nenhuma declaração dos meus estágios. Ele apenas quis ver minha carteira de trabalho (onde tenho o registro ke trabalhei no IPEM-PR) e uma declaração do trabalho que eu fiz em Angola. Aí ele disse: “Marcelo, vc não teve nenhum trabalho na sua área de formação mesmo, né? O que chegou de mais próximo da sua área?” Aí eu disse: “Meu estágio dentro de uma usina de álcool”. Aí ele: “Ah tá… é…. mas…. aí fica difícil né…? Na sua área mesmo, vc tem pouca experiência…..”. Daí ele anotava tudo isso, fazia umas caras eskisitas tipo…: “putz, acho ke esse cara vai se FO****”. Tá, depois dessa 2a. raketada, quase ke eu caí da cadeira….. mas…. VAMOS LÁÁÁÁ…!!
      Daí ele disse ke meu nível de francês estava muito bom. Keria ver meu atestado de francês. Daí eu mostrei o da minha escola, daki de Curitiba. Ele disse: “Só 30 horas de francês?!!? É óbviu ke com 30 horas vc não estaria falando desta maneira… mas vc morou na França, né?”. Daí disse ke sim e dei mais alguns detalhes, daí ele disse: “Vou elevar seu nível p francofone”.
      Daí teve duas coisas ke acho ke chamaram a atenção dele: 1) Eu peskisei uns empregos lá, mas na real, minha área tá meio ruim no Québec. Mas achei uma oferta “feita p mim”. Sem exigir experiência nem nada. Imrpimi, levei p ele e disse ke achava ke akilo p eu começar era o ideal. Daí ele disse ke realmente era muito bom, leu a a folha, me deu os parabéns pela minha observação. 2) Ele perguntou qto tempo estou desempregado. Daí eu respondi, mas falei tb ke irei começar um novo trabalho na semana ke vem. Não teria como provar pq estou esperando a papelada dos exames médicos, mas já tinha feito entrevista e tudo mais. Daí ele perguntou onde seria e eu disse: “Na Volkswagen”. Aí ele keria saber o ke eu iria fazer e etc. ACHO EU, ke ele anotou tudo isso…. e qdo eu disse ke iria trabalahr com a pintura dos carros ele fez uma observação: “Isso é bem na sua área né? Ah…muito bom então”.
      Depois ele comentou sobre a ordem dos engenheiros. Disse ke é difícl validar o diploma, ke demora, custa maior grana…bla, bla, bla…. Aí eu disse: “É, eu dei uma peskisada na internet, estou pensando em dar entrada nisso daki do BR mesmo…..”
      Daí ele disse: “Mas sem o CSQ,  não é necessáriovc dar entrada em nada né?”. Putz…..sei lá…. a maneira ke ele falou…a maneira ke ele se expressou, me assustou 1 pouco sabe? Tipo…. senti isso como sendo outra raketada dele sabe? Sei ke fikei com medo…. pq ele já tinha me tirado os pontos da profissão, já tinha me apavorado com as minhas experiencias profissionais….e ainda fala uma dessas? Pensei: “pronto, tomei na tarraketa bonito…! Não vou passar! Esse cara fica digitando 1 trilhão de coisas e eu nem sei o ke ele ta escrevendo!”.
      Bom, depois disse, ele disse: “Vou colocar os dados, organizar tudo aki…. pode arrumar seus papéis e colocá-los nos envelopes ke vc trouxe.” Daí enquanto eu ia arrumando a zona ke fiz na mesa dele, ele ia digitando, digitando, dgitando…. o cara é uma mákina.
      Daí ele disse…: “Olha Marcelo…. apesar de eu ter mudado sua profissão, vc ainda alcançou os pontos necessários p a aprovação. O meu parecer é ke eu acho ke vc tem 1 perfil muito bom p imigrar, tudo o ke eu falo vc entende, vc me respondeu tudo…. as vezs com dificuldade, mas tenho certeza ke alguns meses lá, vc ira falar ainda melhor o francês. Bom…… então é isso….. Meus parabéns, vc foi aprovado pela imigração. Bem vindo ao Québec!”
      Noooossssaaaaa galera…..!! Qdo ele falou isso, quase morri… (de alivio, de alegria, claaaarooo)!!!
      Dei um sorriso e disse: “ah…… ke bom….!! Obrigado…..!!”….. Daí ele deu 1 pekeno sorriso tb….. HAUHAUHAHAU…!
      Aí ele não imprimiu meu CSQ, pq ele disse ke a impressora dele tava kebrada (foi o ke eu entendi, poderia ser outra coisa, mas era problema com a impressora).
      Eu eskeci de falar, mas ele perguntou em inglês p mim: “Ke tipo de trabalho vc pensa em arranjar lá no Québec?”. Daí eu falei umas 5 palavras, não consegui formar uma frase inteira e ele disse: “Melhor mudarmos p o francês mesmo….” hehehehehe.
      Eu explikei ke havia muito tempo ke não falava inglês….. e ele disse p eu fazer 1 curso, ke seria importante.
      Bom pessoal é isso então. Ele disse ke vai mandar o meu CSQ pelo correio….confirmou endereço e telefones…. disse ke levará de 3 semanas a 1 mês p chegar.
      Depois disso, ele perguntou se eu tinha alguma dúvida….. eu disse ke não…daí ele já levantou da cadeira, me cumprimentou e me despachou.

      Olha pessoal, escrevi p kct….. mas o ke eu tenho a dizer, pessoalmente é:

      A entrevista não é 1 bixo de 7 cabeças….. na verdade, ela é mais parecida com um Poodle-Toy, ke vc dá 1 chute e mata o bixo na hora. Os documentos estão certos? Fala 1 francês razoável? Tá mesmo a fim de ir? Então meu amigo, vc vai matar a pau na entrevista!! Eu passei uns perrenguesinhos, uns sustos. Mas foram coisas muito pontuais, muito particulares. Relaxem ke não tem erro!
      O cara é direto, bem na dele. Ele está lá p fazer o trabalho dele ke é simplesmente conferir documentos, ver se vc fala alguma coisa de ingles e frances e sentir kem é o cara ke está kerendo ir p o país dele.
      Como a maioria dos europeus, trabalho é trabalho. Não tem ke ficar lá falando “bobagem”, dando risadinha e se aloprando (principalmente com alguém ke vc não conhce). Eu vivenciei isso na França, então, não me incomodei nem um poco com a seriedade dele. Não confundam essa seriedade com má educação (sul-americanos sofrem deste mal de não saber diferenciar certas coisas). Em momento algum ele foi mal-educado ou grosso. Sempre falou num tom de voz muito sereno, sempre me tratando com muito respeito. Não tenho do ke reclamar.
      Teve algumas vezes ke me complikei p falar certas coisas. Eu parava, respirava, pedia desculpa e recomeçava. Ele encarava numa boa e até com um sorriso, dizia: “não se preocupe, está td bem”.
      Encare a entrevista como um bate-papo. Nos dias anteriores, tente não pensar muito, fike na boa. EU SEI ke é difícil. Eu saia caminhar, escutava música…. 1 dia antes de eu ir p SP, eu dei uma enchida na cara…fui p minha pós-graduação meio cozido…. e boa…. só senti o drama pior no momento ke estava no lobby, esperando a hora de entrar no A-B-A-T-E-D-OOOO-U-R-O….. HAUHAUUAHHAHUAHA!!!!
      Alguns devem estar pensando: “Po, o cara morou na França, fala francês p kct”. Não falo bem assim não. Cometi 1 erro brutal qdo estive lá: Fikei apenas com brasieliro e me misturei pouco. Meu aprendizado de francês acabou sendo um pouco precário. Então, se vc consegue se expressar, falar as coisas básicas mesmo, não terá muitos problemas. E qdo vc for p o Québec, não faça a mesma cagada ke eu fiz na França. Vá visitar seus amigos brasilieors 1 vez por semana….o resto do tempo, fale na língua nativa do país ke vc está!!

      Pessoal, grande abraço a todos, boa sorte a todos. MUITÍSSIMO obrigado a todos os mesmbros desta comunidade ke me ajudaram DEMAAAAISSS! Diretamente ou indiretamente.
      Faloowwww…!!!

Visualizando 0 resposta da discussão
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.