Re: ja que …..

#8783
Carlos_Santos
Participante

Bem….

não custava nada perguntar…… bom…. eu me respondo :-)

Obtive umas respostas bem legais e partilho aqui com vocês, os créditos das respostas vão junto com a respostas, ok!

Essa coisa do cotidiano parece besteira e sem importância mas não é. Acho que quando a gente imigra, chega no país que te acolhe com o olhar de uma criança: tudo é novidade e a coisa mais simples é uma descoberta ! Sem esquecer que isso tudo faz parte da cultura local e define cada um de nós.

Quote:
1) O pão compra-se na padaria ou você compra na supermercado por ser mais barato ? o pão vem embrulhado ou funciona como na França, aonde o atendente pega primeiro o dinheiro e depois o pão sem nada ou vice-versa, mas com a mesma mão?

Sabe que essa é uma das coisas que eu mais sinto falta? Sabe aquela padaria do português, ali na esquina e que às 6 da manhã já está abrindo e com pão quentinho e ainda por cima servindo uma “média”? PELO AMOR DE DEUS, alguém abre uma aqui!!! Não tem!!

Como é que dá para viver num lugar onde não tem pão quentinho às 6h perto da sua casa, qualquer casa? PUTZ!

Ok, voltando às vacas frias… como já deu para notar, não há essa profusão de padarias por aqui e é mais comum se comprar pão no mercado e os preços são mais ou menos os mesmos (prá falar a verdade eu nunca comparei os dois a fundo mas a diferença vai ficar na casa dos poucos centavos).

A resposta a essa pergunta é mais complicada – uh!? – do que parece…

Eu diria que há básicamente 3 tipos de padarias:

A padaria, faz o seu próprio pão no local e este (o pão) é geralmente de muito boa qualidade. Muitas vezes estas são também um mixto de café com mesinhas na rua. Como uma boa parte das coisas norte-americanizadas, quase sempre faz parte de uma rede, via franchising, NÃO abre às 7 muito menos às 6!! Ex.: Première Moisson e Au Pain Doré.

Então como eu ia dizendo, há básicamente 3 tipos de padarias

* A padaria…

* As padarias de mercado que pode ser de uma dessas redes que já falei ou do próprio mercado como por exemplo do Loblaws. A baguete deles é bem gostosa e normalemente é o que eu compro aqui em casa pois fica perto. Não abre às 6 nem às 7, média nem pensar!

* As padarias que não são pertencem às grandes redes. São poucas – pelo menos para mim que estou acostumado com o tal do português da esquina – e eu confesso que nunca comprei pão em nenhuma. Até hoje acho que só vi duas, uma na St. Laurent chamada Notre Maison e e’de portugueses (olha ele aí!) e outra na TMR, um bairro daqui. Tenho certeza que deve haver um punhado delas espalhadas pela cidade e se a gente procurar bem deve encontrar umas poucas do tipo holístico, pão super-integral, etc. e tal.

Eu disse que a diferença no preço é de poucos centavos né? Isso varia é claro, por exemplo, dá para comprar um saco com 3 baguetes no Costco custando quase a metade do preço (que nem o Macro aí no Brasil, você compra quantidade e bem mais barato) mas não é como o pão da Première Moisson. A filial (da Première Moisson) de Outremont além de ser muito charmosa é na minha opinião, a que faz o melhor pão de Montreal.

E é claro, há as fábricas de pão que produzem às toneladas mas essas não entram na história…

Quote:
1) …o pão vem embrulhado ou funciona como na França, aonde o atendente pega primeiro o dinheiro e depois o pão sem nada ou vice-versa, mas com a mesma mão?

Esqueci dessa parte. Em qualquer lugar que você for, eles vão sempre manusear o pão com luvas, etc.
Quote:
2) No posto de gasolina é você mesmo que abastece o seu carro? ou tem-se o mesmo sistema de frentista como no Brasil?

Quase sempre é você quem abastece. Há o frentista mas não em todos os lugares.

Quote:
3) Os filhos na escola recebem convites para ir as festas de aniversarios dos colegas nas casas deles? ou as festas são na escola?

Que nem é no Brasil? Não, aqui o pessoal é um pouco mais formal. Acontece sim, lógico mas não na mesma proporção que no Brasil.

Quote:
4) As lojas fazem as liquidações duas vezes por ano (inverno e verao)? aonde os preços descem em até 70% ?

Essencialmente é isso aí. É uma boa época para se comprar casacos, equipamento de randonée (se você faz), esquis, etc.

Quote:
5) Você pode sacar dinheiro em qualquer distribuidor de dinheiro de qualquer banco mesmo nao sendo o seu?

Sim mas você vai pagar uma taxa a mais por isso. É muito comum a gente “sacar” dinheiro ao pagar as compras de mercado onde o pessoal te pergunta qual o valor a mais sobre a sua conta. Algumas lojas e postos de gasolina também fazem isso mas é menos comum.

Quote:
6) Seu carro precisa passar por uma vistoria anual, como no Brasil, ou é de dois em dois anos como na França?

Vistoria? Acho que aqui a única vistoria é você quem faz no momento de comprar e pode ser feita, antes da compra, por um profissional numa oficina ou por você mesmo. Vai fazer 4 anos que estou com o mesmo carro e até agora nunca foi pedido nada.

Quote:
7) Existe o IPVA para os carros? ou se paga apenas um taxa no ato da compra do veiculo como na França?

Cool Existe o seguro obrigatorio para o carro contra terceiros que é contratado numa agencia de seguros ?

No que se refere ao IPVA: Existe o chamado seguro obrigatório que é pago anualmente a SAAQ (Societé d’assurance automobile du Quebéc), onde também se tira a carteira de motorista.

O seguro contra terceiros é como você mesmo disse, obrigatório e é sim, contratado numa empresa ou banco (todos eles oferecem este serviço) e você consegue um bom desconto se contratar o seguro residencial em conjunto com o do carro. Se você morar em casa, é essencial ter um seguro cobrindo terceiros pois você é responsável por acidentes ocorridos na sua calçada como por exemplo, alguém escorregar no gêlo e quebrar uma perna.

É proibido rodar sem assegurar o carro.

Quote:
9)Você pode beber agua da torneira ?

Numa boa mas eu diria que não tem exatamente o mesmo gosto que a Perrier!
Créditos para o Eduardo Hutter doforum brasmontreal

ainda gostaria de saber mais coisas do cotidiano….. :lol:

atenciosamente,

Carlos Luiz