Responder a: 1o. emprego

Home Fórum Vivendo no Canadá Profissões e Mercado de Trabalho 1o. emprego Responder a: 1o. emprego

#8896
crodrigues
Participante

O governo recomenda em Ontario uma reserva de mais de CDN$ 15,500 para uma família de 3 pessoas. Em Quebéc é muito menos pelo que sei. Outros aqui podem comentar. Esse é o valor que deve ser comprovado quando da mudança para cá pelo que sei.

Com relação aos empregos, provavelmente os sites como o Monster.ca, o Workopolis.ca e outros vão mostrar tudo que é emprego. Mas não custa tentar.

Na busca de um emprego aqui, o detalhe maior é realmente a formação das pessoas. Algumas profissões tem uma aceitação muito maior por motivos como menor dependência com relação ao idioma, nenhum tipo de localização (no sentido de ajustes locais), não necessidade de validação de diplomas, etc.
Como sempre falo IT é um caso típico. Desenvolvimento de Software então nem se fala.

Mas outras, principalmente as de cunho administrativo/financeiro, vão ser muito mais complicadas de se arrumar algo de imediato. É em parte por causa dessa dificuldade que muitos vão trabalhar praticamente com qualquer coisa.

Em relação aos custos, o salário mínimo aqui, apesar de alto se comparado ao Brasil, é relativamente baixo para se viver com conforto. O mesmo é na casa de CDN$ 1,200 brutos por mês. Um aluguel de apartamento custará em média pelo menos CDN$ 750 (um dormitório). Adicione a isso alimentação, ônibus, etc e dá para ver que é realmente bastante apertado. Não que não dê para viver. Dá sim. Mas analisando-se o nível do imigrante que para cá se muda e que conseguiu atender aos requisitos do governo para a obtenção da residência permanente, o padrão de vida de modo geral em muitos casos cai. Claro que coisas como violência, etc não estão presentes aqui.

No caso do casal trabalhar a situação melhora é claro pois são dois gerando receita. Mas com filhos pequenos, as coisas se complicam pois em princípio teria que arrumar um Daycare para deixar os filhos que ainda não estão em idade escolar, durante o dia (não sendo o mesmo barato ou de graça) e conviver com o fato dos filhos ‘crescerem’ ou ‘serem criados’ por pessoas de culturas e valores bastante diferentes (já que esse é um dos problemas de um país multi-cultural como o Canadá e que de certo modo possui essas ‘ilhas’ de isolamento por parte de cada uma dessas comunidades – exemplo, Árabes, Chineses, etc).

Quando nos mudamos minha esposa pode ficar em casa todo o tempo. Devido a isso hoje meus dois filhos falam o português extremamente bem e entendem/apreciam grande parte da cultura do nosso país. Se tivessem crescido num Daycare, seria diferente com toda a certeza e como vi nos filhos de diversos Brasileiros que para cá se mudaram.

O que quero dizer com tudo isso!?

Venha para cá sim! Temos lá alguns problemas e dificuldades por aqui e só tento mostrar que nem tudo aqui é perfeito/maravilhoso e que temos obstáculos sim, principalmente ao chegarmos aqui. Em alguns vejo que a expectativa de ‘fazer a América’ é enorme. Não é realmente o caso para uma grande maioria. Principalmente num país que tem uma classe média enorme e uma diferença social pequena (e que taxa ao extremo quem ganha consideravelmente mais que a média).

Mas para todos aqueles que tem plena consciência do que esperar aqui e que baseado nisso se preparam de acordo, tudo tende a correr tranquilamente e do modo que planejamos!