Re: Re: Exames médicos 2012

#57047
SANDROMS
Participante

Não esquentem a cabeça com essas reportagens. O foco delas é bem simples, pessoas que tem os status de residente permanente e/ou cidadania e não moram no Canadá. E tentam provar que moram no Canadá de forma fraudulenta. Não consigo entender para quê eles querem a cidadania se não moram aqui.

Comenta-se por aqui (conversa de corredor) de imigrantes que moram em países em conflito que obtêm o status de residente permanente e depois a cidadania mas continuam em seu país de origem. Quando eclode uma guerra eles correm na embaixada canadense clamando por ajuda para deixar o país em guerra, afinal são “cidadãos Canadenses”. Sentiram o drama?

Eu mesmo já fui rastreado pelo governo do Canadá – no caso pelo agencia de revenu; a receita federal daqui e não pela imigração. Me pediram para eu provar que eu moro no Canadá desde 2009, que meus filhos moram e estudam no Canadá desde 2009. A comprovação seria feita através de cartas dos proprietários dos imóveis onde morei, das garderies e das escolas onde meu filhos frequentaram.

Se eu não enviasse todos os dados em 30 dias teria que devolver todo o montante recebido pela crédito de imposto das crianças de 2009 até hoje! Todas as cartas tinham que conter nosso endereço para que eles tivessem certeza de que as crianças estavam morando com a gente sob o mesmo teto.

Isso porque existem famílias que imigram parcialmente, o pai, por exemplo, fica no Canadá trabalhando, mas as crianças ficam com a mãe ou avós no país de origem, e o safadinhos pedem a ajuda do governo para as crianças que sequer moram no Canadá. Ou então, em caso de pais separados, um cônjuge está recebendo a ajuda das crianças que na verdade moram com o outro cônjuge…

Jeitinho brasileiro é brincadeira de criança perto dos fraudadores profissionais….